CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Domingo de Duster: aventura em família

A etapa nacional do evento foi uma oportunidade para pessoas de todas as idades colocarem o pé na estrada

Por Abril Branded Content Atualizado em 21 jan 2020, 03h01 - Publicado em 28 out 2016, 18h03
Este foi o último encontro da temporada 2016, que contou com inscritos do Brasil inteiro
Este foi o último encontro da temporada 2016, que contou com inscritos do Brasil inteiro Magnus Torquato/Renault/Divulgação

O último domingo, 23 de outubro, poderia ter sido como outro qualquer. Mas, para os mais de 70 participantes da sétima etapa do Domingo de Duster, realizada em Águas de Lindóia, na divisa de São Paulo com Minas Gerais, o fim de semana foi uma oportunidade de colocar o carro na terra e se divertir com a família toda.

Depois de passar por seis capitais, esse foi o último encontro da temporada 2016, que contou com inscritos do Brasil inteiro. O evento é organizado pela Renault do Brasil para que os donos de Duster dirijam em trilhas off-road, explorando destinos turísticos, e coloquem à prova todas as características que fazem da SUV um dos carros mais “durões” do Brasil.

A sétima etapa do Domingo de Duster foi realizada em Águas de Lindóia, na divisa entre SP e MG
A sétima etapa do Domingo de Duster foi realizada em Águas de Lindóia, na divisa entre SP e MG Magnus Torquato/Renault/Divulgação

A etapa de Águas de Lindóia bateu recorde: com 75 veículos, foi o maior encontro de “dusteiros” já registrado no mundo. A maioria dos participantes era de famílias que estavam indo a um evento do tipo pela primeira vez e viram a chance de curtir um dia cheio de adrenalina fora da rotina.

Ionara de Lima, de São Paulo, era uma das muitas trilheiras de primeira viagem. Ao lado do marido, Alexandre, e dos filhos, Vinícius e Lucas, a expectativa era de aventura. “É importante reunir a família para um programa diferente, com muito contato com a natureza”, conta. Já Felipe de Oliveira e Raphaelle Albuquerque vieram de Natal (RN) com a pequena Isadora, de 11 meses, para participar do encontro. “A gente tem o costume de fazer trilha sem ela e com ela desde pequenininha. Para nós, o legal é a integração, a possibilidade de fazer novas amizades.”

Para Cláudio Rawicz, gerente de publicidade da Renault, o sucesso do encontro está justamente na diversão em conjunto. “Domingo já é um dia da família, ninguém quer abrir mão do dia para fazer uma coisa sozinho. Quando a gente chama para o Domingo de Duster, é para o carro também ser uma opção de lazer e aventura em família”, explica.

Com 75 veículos, este foi o maior encontro de “dusteiros” já registrado no mundo
Com 75 veículos, este foi o maior encontro de “dusteiros” já registrado no mundo Cacio Murilo /Renault/Divulgação

Aventura para todos
Engana-se quem pensa que a trilha é “para os caras” e o resto da família vai só de carona. Pelo contrário: várias mulheres também pisaram no acelerador e colocaram o carro para trabalhar. A nossa equipe de reportagem, inclusive, participou do evento com um time 100% feminino.

Com rádio, água e snacks fornecidos pela Renault em mãos, seguimos a trilha predeterminada pelos organizadores em um Duster 4×2. As ordens eram acompanhar as instruções dos profissionais que acompanharam o comboio durante todo o trajeto e não ter dó do carro, que é feito exatamente para enfrentar todo tipo de terreno.

O evento é uma oportunidade para que os donos de Duster dirijam em trilhas off-road, explorando destinos turísticos
O evento é uma oportunidade para que os donos de Duster dirijam em trilhas off-road, explorando destinos turísticos (Crédito: Cacio Murilo / Renault/Divulgação

Passamos por três municípios, cobrindo cerca de 70 quilômetros em mais ou menos cinco horas de trilha. Cascalho, subidas difíceis, pontes de madeira e os famosos mata-burros nos aguardavam pelo caminho, além de paisagens espetaculares. Valente, nosso 4×2 passou com facilidade por todos os desafios. A turma do 4×4 aproveitou para cruzar uma trilha ainda mais desafiadora, perfeita para tirar tudo da tração poderosa da SUV.

Terminada a trilha, os participantes tinham apenas uma “reclamação”: queriam que o carro tivesse ficado ainda mais enlameado. Novas oportunidades não vão faltar: com 15 encontros realizados em dois anos e mais de 500 participantes, a certeza é que ainda virão muitos domingos para colocar – e sujar – o Duster na estrada.

Continua após a publicidade
Publicidade