Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Debora Bloch diz que ser mãe mudou seu foco de vida

Capa da revista LOLA de fevereiro, atriz conta que se sente jovem aos 47 anos e que o "segundo tempo" está só começando

Por Redação M de Mulher Atualizado em 20 jan 2020, 11h44 - Publicado em 6 fev 2011, 21h00

A atriz Debora Bloch, capa de Lola de fevereiro de 2011, conta como a maternidade mudou sua vida
Foto: Divulgação

Debora Bloch é uma das atrizes brasileiras mais respeitadas e comentadas no momento. Aos 47 anos, ela se prepara para voltar à telinha da Globo – em abril, vai encarnar a vilã em Cordel Encantado, trama substituta de Araguaia – e está numa fase ótima. Não só pelo namoro com o também ator Sergio Marone – que vai muito bem, obrigada!, sem preocupações com os 18 anos de diferença entre os dois -, mas também pela felicidade conquistada com a maternidade: “Meus filhos são lindos. A vida é antes e depois (deles). O foco sai de você. Você nunca mais bate a porta e vai. Tenho medo do momento de voltar a ser só eu“, diz sobre os filhos Júlia, 17, e Hugo, 14, frutos da relação de 7 anos com o apresentador e chef Olivier Anquier.

Debora empresta sua beleza à capa da revista LOLA, de fevereiro de 2011, e conta à reportagem que tem vivido um momento especial da vida: “Eu me sinto jovem. É 47 (anos) do primeiro tempo, ainda tenho o segundo pela frente, para fazer muitos gols”, empolga-se. E revela o gosto por uma relação tranquila: “Há poucos meses, eu estava solteira. Foi a primeira vez. Achei bom, divertido. Mas não era meu plano. Meu desejo é a dois. Mas é bom descobrir que você pode ficar bem, solteira”, revela.

Debora Bloch diz que ser mãe mudou seu foco de vida

A atriz Mônica Martelli divide sua experiência de ser mãe por volta dos 40 anos
Foto: Divulgação

 

Mãe aos 40

 

Debora foi mãe pela primeira vez aos 30 anos. Nesta edição de LOLA, a também atriz Mônica Martelli conta a experiência – a felicidade, o susto e as manias – de ser mãe por volta 40 anos. “Nos primeiros anos de vida de Julia, percebi que ser mãe aos 40 era uma grande oportunidade!”, argumenta a protagonista da peça teatral Homens são de Marte… e é pra lá que eu vou!

Mônica reforça: “Aos 40, quando é preciso ser cada vez mais criativa para reinventar a vida, ser agraciada por essa emoção é uma benção”. A edição 5 de LOLA ainda traz o perfil da apresentadora americana Oprah Winfrey, que superou estupro e humilhação na adolescência e hoje é uma das mulheres mais influentes do mundo, além da conversa com Patrícia Amorim, presidente do Flamengo, considerada a mulher mais poderosa do futebol brasileiro.
 

Continua após a publicidade
Publicidade