7 motivos para curtir os dias de verão sem encanação

Vem, miga!

Na infância o verão era de longe o período mais aguardado do ano, lembra? Férias escolares, festividades, farofada na praia com a família, tardes empolgantes na piscina ou regadas a banho de mangueira… Mas aí a gente cresce e as coisas mudam um pouco (ou bastante).

Em parte a magia não é mais a mesma porque as férias não duram de dezembro a fevereiro como antigamente. Aí a gente tem vontade de chorar cada vez que abre o Instagram e vê aquelas fotos à la pernas de salsicha na beira da praia. “Por que não me programei para viajar? Por que não guardei dinheiro? Por que não nasci herdeira?”. Por outro lado, passada a infância a gente descobre que o verão não é a época mais democrática do ano em se tratando de padrões de beleza. A gente descobre o que significa o famigerado ~corpo de praia~ e a clássica ~operação biquíni~.

Reprodução / Divertida Mente Reprodução / Divertida Mente

Reprodução / Divertida Mente (/)

Mas, amiga, apenas pare! Ainda dá tempo de fazer as pazes com o verão. Ele continua sendo uma época mágica, acredite!  E aí vão sete motivos para você ser feliz sob o sol:

1.Campanhas maravilhosas como a “Beach Body. Not Sorry”.

Swimsuits For All Swimsuits For All

Swimsuits For All (/)

“É hora de parar de pedir desculpas. Esqueça as regras.”

Em julho de 2015 (verão no Hemisfério Norte), a e-commerce americana Swimsuits For All (que literalmente significa “roupas de banho para todos”) lançou a campanha “Beach Body. Not Sorry.” (algo como “Corpo de Praia. Sem Arrependimentos.” em tradução livre). Mais do que uma peça publicitária, a campanha se propôs a ser um manifesto e quis inspirar mulheres a não se desculparem pelo corpo que têm.  A garota-propaganda Denise Bidot está destruidora nas fotos e é também a porta-voz do manifesto. “Eu aprendi a amar cada parte do meu corpo, cada marquinha. As características que eu considerava como falhas quando era mais nova hoje me fazem ver que são as coisas que fazem com que eu seja quem eu sou”, diz ela nesse vídeo. You go, girl!

2. E também não precisa se explicar aos fiscais da depilação, viu?

Outra grande dor de cabeça do verão é a da depilação em dia. Aliás o conceito do ~em dia~ é algo que pode ser problematizado por si só. Corpo em dia, depilação em dia, progressiva em dia… e a fiscalização da vida alheia corre solta!

Voltando à depilação: que atire a primeira pedra quem nunca passou pelo drama de policiar se cada pelo pubiano está dentro do biquíni. Aí para evitar a fadiga a gente vai lá e depila tudinho, o que, convenhamos, não é a ideia mais sensata quando você vai expor partes sensíveis do seu corpo a areia, mar, piscina, etc. Enfim, quem quer depilar, que depile, mas é realmente necessário transformar isso num calvário? Mais verão, menos imposição!

3 .A natureza te convida a se jogar!

View this post on Instagram

Demais a fotografia da @robertavitoriano na Cascata Conde D'eu em #Sumidouro no #RiodeJaneiro. Parabéns!!! 🎉 Confira a mensagem que ela nos mandou! "São mais de 127 metros de altura de pura beleza e exuberância, considerada a maior cascata em queda-livre do estado. Achar palavras para definir esse lugar é praticamente impossível. Para chegar na #cachoeira, ao chegar no centro de Sumidouro, pegar a estrada RJ-148 e percorrer por cerca de 15km. E logo terá uma entrada a direita com placas indicando o acesso, a partir daí seguir por uma estrada de chão a beira de um córrego, e aos poucos ela começa se revelar em meio a paisagem. Existe um ponto para estacionar e uma pequena trilha para o visual deslumbrante da grande Cascata Conde d' Eu." #sobrelugares #sobreriodejaneiro #sobrecachoeiras Um Muito Obrigado a galera que usa nossa tag #sobrelugares: 👉@robertavitoriano 👉@leo.bittencourt 👉@jujumtb

A post shared by SobreLugares (@sobrelugares) on

Vamos combinar: o Brasil é absolutamente privilegiado nesse aspecto, mas a gente nem sempre dá valor à natureza que tem aqui na terrinha. De norte a sul rolam destinos incríveis e dá até para programar viagens curtas durante os fins de semana. Pega a cesta de piquenique, o biquíni, o filtro solar e se joga!

4. É uma boa época para praticar mais exercícios.

Não, a gente não está sugerindo que você vire uma musa fitness! Até porque isso não faria o menor sentido nessa singela lista. A ideia é levar uma vida mais saudável, sair de casa e aproveitar o clima para mexer o corpo. Que tal? A beira da praia é um lugar que inspira belas caminhadas, mas também dá para pegar a bike na cidade, fazer trilhas no meio do mato e, é claro, investir em esportes aquáticos. Mas é sempre importante ficar de olho na hidratação e no filtro solar, hein!

5. Esse vídeo:

Ju Romano e Lucas Castilho (a.k.a. A Gorda e o Gay) também falam sobre as razões para curtir o summer time sem encanação. Vale dar o play! #verãoaceitação

6.Bons drinks!

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Ou boas limonadas, bons sacolés, tanto faz. Não deu para tomar o rumo da praia no fim de semana? Pode ter certeza que tem muita gente na mesma situação! Que tal organizar uma tarde na laje com os amigos e curtir o clima quente? Lógico que uma piscina sempre anima o rolê, mas uma mangueira marota já pode fazer a alegria da galera. Ah, e se você estiver a fim de impressionar geral, AQUI vão 16 receitinhas de drinks bapho!

7.Festas de rua para todo o lado.

Poucas coisas são tão democráticas quanto uma boa festa de rua. Não tem lista vip, você pode usar o look mais confortável do armário, dá para pirar na maquiagem (ou simplesmente ir de cara limpa), rola levar a bebida de casa sem problemas, faixas etárias e classes sociais se unem num só coro, e todo mundo passa calor junto. A programação dos blocos de rua geralmente é divulgada no Facebook e não é difícil descobrir onde rola a folia na sua cidade.

E aí, partiu curtir o verão de bem com a vida?