Clique e assine com até 75% de desconto

Pfizer diz que vacina é 95% eficaz contra a Covid-19 em relatório final

O resultado é referente à terceira fase de testes, que conta com cerca de 44 mil voluntários

Por Da Redação 18 nov 2020, 16h08

No dia 9 de novembro, a Pfizer havia garantido 90% de eficácia na vacina que está desenvolvendo contra a Covid-19. Agora, um novo levantamento afirma o aumento de 5% na eficácia, de acordo com a farmacêutica e a BioNTech – que é parceira da Pfizer no desenvolvimento da vacina.

O resultado é referente à terceira fase de testes, que conta com cerca de 44 mil voluntários. Metade deles recebeu a vacina e a outra metade recebeu placebo. Desse total, 170 pessoas pegaram Covid-19 e 162 delas haviam tomado o placebo. Apenas oito dos voluntários vacinados foram contaminados pela doença.

De acordo com a Pfizer e a BioNTech, o resultado abrange todas as idades, raças e etnias. Quanto aos efeitos colaterais da vacina, o mais comum é fadiga – 3,7% dos voluntários apresentaram essa reação adversa.

Também foi anunciado que, nos próximos dias, a Pfizer irá pedir à FDA (Food and Drugs Administration, o órgão regulador de medicamentos nos EUA) uma autorização de emergência para a produção da vacina. A farmacêutica diz que pode ter até 50 milhões de doses disponíveis ainda em 2020 e 1,3 bilhão até o final do ano que vem.

Continua após a publicidade
Publicidade