Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Conheça os tipos diferentes de leite

Hoje em dia já existem diversas opções da bebida nos mercados, como sem lactose, de soja, de quinua... Saiba quais os benefícios de cada um e, de quebra, prepare-os em casa!

Por Karla Precioso Atualizado em 22 jan 2020, 01h16 - Publicado em 23 mar 2015, 11h42

Hoje o que não faltam são opções de leite. Tem os tradicionais integral, semidesnatado e desnatado; os sem lactose… E nem sempre ele vem da vaca: é cada vez mais comum encontrar a bebida de soja, arroz, quinua etc. Mas qual é melhor? As nutricionistas Isabel Andrade e Karina Valentim esclarecem os benefícios de cada um.

Os mais comuns

Integral: contém proteína, cálcio e muita gordura saturada – o que pode elevar o colesterol ruim e aumentar o risco de problemas cardíacos.

Semidesnatado: tem 50% menos gordura e as mesmas quantidades de proteínas e cálcio quando comparado ao integral. O valor calórico é menor.

Desnatado: possui redução total de gordura e os mesmos nutrientes do integral. Boa opção para quem está de dieta ou com o colesterol alto.

Os especiais

Sem lactose: indicado para quem não consegue digerir o açúcar do leite. Há integrais e semidesnatados.

Leites vegetais: bebidas feitas com grãos, sementes ou cereais. Boas opções para quem é alérgico à proteína do leite, para vegetarianos e veganos. Outros benefícios:

  • Não contêm lactose nem colesterol.
  • Têm alta porcentagem de gorduras mono e poli-insaturadas – benéficas para o coração.
  • Ricos em vitaminas do complexo B.

Escolha a versão vegetal ideal para você

Dá para fazer todas elas em casa! Na hora de preparar a receita, use um tecido de trama pequena, bem limpo, para coar o líquido. Conserve as bebidas vegetais na geladeira e, se precisar aquecê-las, não deixe ferver, pois podem talhar.

Soja

Tem alto teor de proteínas (12 vezes mais que o leite de vaca) e baixo teor de gordura e cálcio. Ajuda no controle do colesterol. Quem tem hipotireoidismo deve evitá-lo, pois prejudica a tireoide.

Versão caseira: coloque 1 copo de grãos de soja de molho por seis horas numa quantidade de água suficiente para cobri-los. Escorra e bata no liquidificador com 3 copos de água. Coe e leve ao fogo até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe por 30 minutos. Rendimento: 2 litros.

Continua após a publicidade

Quinua

Comparado ao leite materno em valor nutritivo, é rico em minerais, proteínas e ferro. Seu baixo índice glicêmico evita picos de insulina.

Versão caseira: deixe 1 copo de quinua em grãos de molho por oito horas. Escorra, bata no liquidificador com 3 copos de água e coe três vezes. Rendimento: 1/2 litro.

Aveia

Contém fibras solúveis, que auxiliam no controle da glicemia. Protege contra a aterosclerose. É fonte de cálcio, ferro, magnésio e vitaminas do complexo B.

Versão caseira: hidrate 1 copo de aveia em flocos em água por uma noite. Na manhã seguinte, escorra, bata com 4 copos de água e coe. Rendimento: 1 litro.

Girassol

É antioxidante, protege o organismo contra o envelhecimento. Tem proteínas e minerais.

Versão caseira: coloque 1 copo de sementes imersas em água por oito horas. Depois escorra, bata no liquidificador com 3 copos de água e coe. Rendimento: 1/2 litro.

Castanha-de-caju

É cheio de proteínas. Dá energia, ajuda a diminuir o colesterol e melhora a circulação.

Versão caseira: use 1 copo de castanha para 3 de água. Bata e coe bem. Rendimento: 4 copos.

Arroz

Contém mais carboidratos que o integral, pouco teor de gordura e zero de proteína. Versão caseira: leve ao fogo 2 litros de água com 2 xícaras (chá) de arroz (sem lavar), ½ colher (chá) de sal e metade de uma fava de baunilha, por 15 minutos. Bata a mistura no liquidificador só para quebrar os grãos. Peneire mexendo. Rendimento: 1/2 litro.

Linhaça

Tem ômega 3 e fibras. Age como anti-inflamatório, fortalece a imunidade e controla o triglicérides.

Versão caseira: ponha 1 copo de linhaça de molho por três horas. Escorra, junte 4 copos de água e bata. Coe três vezes. Rendimento: 3 copos.

Continua após a publicidade
Publicidade