Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Cólica menstrual: saiba como aliviar o desconforto de todo mês

A cólica faz parte do período menstrual, mas conheça a intensidade da dor e dê um basta neste incômodo!

Por Redação M de Mulher
Atualizado em 15 jan 2020, 19h06 - Publicado em 1 ago 2013, 21h00

Não deixe a cólica menstrual derrubar você!
Foto: Getty Images

Quando a menstruação está para descer, quase sempre sentimos um pouco de cólica. Se a dor é leve, trata-se de algo normal e que pode ser amenizado com uma bolsa de água quente e repouso. Mas se o desconforto for muito grande, é preciso investigar. Saiba o por quê!

Até que ponto é normal?

Sentir um leve desconforto na parte baixa da barriga quando estamos menstruadas é normal, não se trata de doença. “É que, para eliminar o sangue, o útero se contrai, causando o incômodo”, explica Luciano Pompei, professor de ginecologia da Faculdade de Medicina do ABC. A cólica menstrual pode ser mais forte em algumas mulheres por elas terem mais sensibilidade à dor ou porque as contrações uterinas são mais intensas. E existem, também, os casos em que a cólica pode ser sinal de doenças como endometriose, mioma e pólipos no útero. Se você sente dores muito fortes durante a menstruação, informe seu ginecologista para que ele possa investigar se há algo mais sério por trás do desconforto.

Continua após a publicidade

Quem sofre mais

“Nos primeiros dois ou três anos após a primeira menstruação da menina, não é tão comum ter cólica. Assim que o ciclo se torna regular, cólicas moderadas e intensas podem afetar algumas jovens”, diz o médico. Após a primeira gravidez, há chances de a intensidade da dor diminuir por causa de alterações na musculatura do útero.

A importância dos exercícios

Fazer atividades físicas ajuda a reduzir as crises de cólica. Para quem sente dores fortes demais existem várias opções de tratamento. “Há medicamentos que podem ser usados, de anti-inflamatórios a anticoncepcionais específicos. Nos casos mais sérios, podemos suprimir a menstruação”, afirma Pompei.

Quietinha para melhorar

Quando a cólica vem, tudo o que se quer é ficar deitada até ela passar. Respeite esse momento. A família e o trabalho podem esperar um pouco. Converse com seu chefe e com as pessoas de casa e peça a compreensão deles. Encare isso como uma trégua que o nosso corpo pede uma vez no mês para ficar quietinho.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.