Xuxa pede desculpas aos fãs ao falar de João de Deus: “Envergonhada”

Fernanda Lima, Maria Cândida e Camila Pitanga também se pronunciaram sobre o caso

Xuxa Meneghel usou as redes sociais nesta quinta-feira (13) para falar sobre as denúncias de assédio envolvendo João de Deus. A apresentadora gravou um vídeo em seu Instagram falando sobre ter conhecido o médium durante uma gravação para a Rede Globo – que não foi ao ar – e que foi enganada por achar que ele seria uma boa pessoa. 

No vídeo, a rainha dos baixinhos ainda pediu desculpas aos fãs e se disse “envergonhada”.

Leia também: Ministério Público de Goiás pede prisão preventiva de João de Deus

“Tô aqui pra falar do João de Deus. Quero dizer para vocês que o conheci. Fui lá fazer uma gravação, que não foi ao ar na Rede Globo. O conheci e tive um carinho muito especial por ele, gostei daquela pessoa que eu conheci lá. Infelizmente, eu me engane. E me enganei feio. Então, ‘tô’ vindo aqui pra pedir desculpa a vocês, porque eu já divulguei o documentário dele, falei que era uma pessoa legal e tudo. Me sinto na obrigação de dizer a todos vocês que estou até um pouco envergonhada com tudo isso”, disse no vídeo.

A artista também aproveitou o depoimento para falar sobre o caso e suas vítimas. “Falando em vergonha, queria que vocês também entendessem que essas pessoas não falaram no passado por vergonha, por medo, querendo esquecer tudo isso. Mas eu quero dizer pra todas vocês, mulheres que passaram por isso, que eu estou com vocês. Eu sinto muito, muito mesmo. Muito, de verdade. Um beijo a todas vocês. E, por favor, se tiverem mais mulheres, denunciem. Porque pessoas como essa e outras tem que paga por isso”, finalizou.

Em menos de uma hora, o vídeo já contava com mais de 170 mil visualizações. Confira: 

Além de Xuxa, outras celebridades se pronunciaram sobre João de Deus, como a apresentadora Oprah WinfreyQuando esteve em 2012 no Brasil, a apresentadora norte-americana esteve com o médium. Após as denúncias, Oprah retirou do ar o vídeo da entrevista que fez com ele. Em nota oficial, Oprah afirmou que espera “que a justiça seja feita”.

Marina Ruy Barbosa, Alessandra Maestrini, Gloria Perez, Maria Cândida, Aguinaldo SilvaAlice Wegmann, Fernanda Lima e Camila Pitanga foram alguns dos famosos que também falaram sobre o caso. Confira:

View this post on Instagram

OUÇAM AS MULHERES! “A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Essas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês.” A voz de todas importa sim! 👊🏻 #ouçamasmulheres

A post shared by Marina Ruy Barbosa (@marinaruybarbosa) on

View this post on Instagram

A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Estas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês. #ChegaDeAbuso #ninguemsoltaamãodeninguem #mexeucomumamexeucomtodas #xotapower 📷 Daniel Marenco

A post shared by Alice Wegmann (@alice.weg) on

View this post on Instagram

Não é de hoje que PADRES, PASTORES, MÉDIUNS e LÍDERES de seitas cometem abusos. É muito perigoso "endeusar" pessoas, líderes religiosos, esquecendo que somos todos seres humanos pecadores e errantes. Existem sim pessoas iluminadas com a luz de Deus, como também existem pessoas sombrias e monstruosas do Malígno se escondendo num templo, usando seus fiéis, a religião e a FÉ das pessoas. Cuidado, sabemos que está cheio de gente enchendo a boca pra falar em nome de Deus mas que são lobos em pele de cordeiro, mais sujos do que pau de galinheiro!!! Vamos acabar de vez com esses monstros que abusam de Homens, Mulheres e Crianças. SE VOCÊ FOI ABUSADO DENUNCIE, NÃO TENHA MEDO, DEUS ESTÁ NA VERDADE, LIBERTE-SE! #fé #ação #atitude #coragem #força #guerracontraoabuso #deusémais

A post shared by Lívia Andrade (@liviaandradereal) on

View this post on Instagram

Hj, após vê-lo voltar ao trabalho normalmente, mesmo após pedido de prisão preventiva, uma das vítimas cometeu SUICÍDIO. A relatora conta que a família nunca acreditou nela e permanecem seguidores do gurú. Para evitar novos casos como este, mostrem seu apoio publicamente às vítimas (seja vc famoso ou não; quanto mais apoio, mais fortes estarão essas mulheres) e divulgue os meios de denúncia. Aqui estão dois dos e-mails possíveis. Postei, há poucos dias, uma foto do Bial. Ali vc encontra advogados que se prontificaram a atender gratuitamente às vítimas deste caso. Seja a mudança que você quer ver no mundo. Ajude ao próximo. #juntossomosmaisfortes #osilêncionãoéumaprece somosmuitas@mpsp.mp.br denuncias@mpgo.mp.br #joaodedeus #exposejohnofgod

A post shared by ✨🎤✨Alessandra Maestrini (@alessandramaestrini) on

Leia maisFilha acusa João de Deus de estupro, diz site