Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Vitima de bullying na escola, menina cria coleção plus-size e participa de desfile na Semana de Moda de Nova York

Egypt Ufele não se intimidou com as piadas impiedosas dos amigos e usou o bullying que sofreu como seu maior impulsionador

Por Ana Carolina Castro Atualizado em 28 out 2016, 21h07 - Publicado em 23 fev 2016, 12h45

Uma menina de 10 anos se transformou em um poderoso exemplo de superação. Vitima de bullying na escola por seu peso, Egypt Ufele, conhecida apenas como Ify, não deixou que as ofensas dos valentões de sua escola abalassem sua auto-estima. Ela usou a situação a seu favor e soube aproveitar a chance para brilhar no mundo da moda.

“Transformei a atenção negativa em atenção positiva”, disse ela ao programa Today, pouco depois de mostrar sua coleção de estreia na Semana de Moda de Nova York.

Ify contou ainda que por muito tempo sofreu com piadas maldosas dos colegas e que já chegou a sofrer agressões físicas. “Eu era maltratada e eles me chamavam de todos os tipos de nomes. Uma vez eu foi atacada com um lápis”, revelou. Mas Ify não se deixou abater com as provocações. Ela assumiu a ideia de que é gordinha com orgulho e decidiu criar sua própria linha de roupas plus-size, batizada de ChubiiLine.

O projeto não é apenas um hobby. Ify trabalha duro no processo de criação e confecção das peças. Ela começou costurando à mão roupas para suas bonecas. O passo seguinte foi aprender a utilizar a máquina de costura da avó para produzir roupas reais.

Reprodução
Reprodução

O resultado deste trabalho foi uma bela coleção com inspiração africana. Tecidos em tons vibrantes, com impressões tribais, foram escolhidos para criar peças de roupa que vistam bem em mulheres e meninas em todas as formas físicas.  Em seu Instagram, Ify mostra peças da coleção sendo usadas por ela e suas amigas.

Reprodução
Reprodução

A coleção, que antes chamava a atenção apenas do grupos anti-bullying, passou a atrair também os olhares dos amantes da moda. No último sábado ela fez sua estreia nas passarelas com um desfile na Semana de Moda de Nova York. A ação foi parte de uma vitrine especial, com novos projetos inspiradores. “Ser uma estilista e estar em desfiles de moda é realmente emocionante, porque você recebe um monte de atenção, e muitas pessoas vêm lhe perguntar o que te inspira “, disse ela.

Continua após a publicidade
Publicidade