Mulheres sauditas poderão tirar habilitação a partir de 2018

País era o último do mundo a manter tal proibição

As mulheres sauditas poderão tirar carteira de habilitação a partir de junho de 2018, informou a agência France Press citando a SPA, agência oficial de notícia do país. O decreto veio do rei Salman, da Arábia Saudita, na terça-feira (26) e estabelece que está autorizada a emissão de “carteiras de habilitação para homens e mulheres igualmente”.

Um comitê formado pelos Ministérios do Interior, Fazenda, Trabalho e Desenvolvimento Social devem apresentar suas recomendações sobre o assunto dentro de 30 dias. O grupo estudará como será feita a aplicação e a homologação da lei de trânsito para que as mulheres sejam incluídas com igualdade em relação aos homens. A SPA indica, no entanto, que o texto estipula que tais mudanças devem acatar os padrões necessários da lei islâmica, mas sem dar muitos detalhes.

O país é regido por uma interpretação do islã que mantém as mulheres à tutela de um homem, de modo que a participação na vida pública e social é restrita.