Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Maré alta de quase 1,90m atinge Veneza

Fenômeno é o maior registrado na cidade italiana desde 1966

Por Da Redação Atualizado em 17 fev 2020, 11h37 - Publicado em 13 nov 2019, 12h12

A romântica cidade de Veneza deu um susto em seus moradores na noite desta terça-feira (12). O local registrou uma maré alta histórica, fenômeno chamado de “acqua alta” pelos italianos, que pode chegar ao pico de 1,90 metro, de acordo com o Centro de Marés de Veneza.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

O prefeito Luigi Brugnaro disse que o governo já está em estado de alerta. “Pediremos o estado de catástrofe natural porque os custos (os danos) serão provavelmente significativos e se espera que o nível da água continue subindo. Necessitamos que todos nos ajudem a lidar com o que é claramente o impacto da mudança climática”, afirmou.

Marco Bertorello / AFP Photo/Reprodução

Por volta da meia-noite, o Centro de Marés indicou a altura de 1,87 metro. Mas para ter uma noção real da situação é preciso diminuir dessa altura o nível médio da cidade, que fica entre 1 metro e 1,30 metro.

As águas chegaram a inundar a basílica de São Marcos, algo que só aconteceu cinco vezes em toda a história da igreja, construída em 828. O fenômeno costuma inundar as partes baixas da cidade, mas foi intensificado por fortes ventos saarianos. O nível das marés é registrado na cidade desde 1923, e este é o maior pico desde 1966.

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?

Continua após a publicidade
Publicidade