Esta professora usou maçãs para ensinar uma lição sobre bullying

As crianças ficaram surpresas ao cortar as maçãs. Confira!

Uma professora da cidade de Birmingham, no Reino Unido, compartilhou sua técnica para ensinar às crianças em sala de aula os efeitos destrutivos do bullying. Rosie Dutton vai a escolas passando técnicas para que as crianças manejem melhor seus sentimentos. 

Ela chegou a uma classe e mostrou duas maçãs perfeitamente iguais às crianças, ocultando o fato de que tinha jogado uma delas no chão repetidamente. Depois de introduzir as maçãs aos alunos, pediu que todos começassem a ofender uma delas, dizendo que era uma maçã inferior. “Algumas crianças olharam pra mim como se eu fosse insana, mas logo passamos a maçã pelo circulo xingando-a, ‘você é uma maçã fedorenta’, ‘Eu nem mesmo sei que você existe’, ‘você provavelmente tem vermes dentro de você'”, conta a professora. A outra maçã foi elogiada e recebeu carinho. 

Depois disso, Dutton segurou as duas maçãs novamente, todos concordaram que elas pareciam perfeitamente iguais. Em seguida, as cortou: enquanto a maçã que recebeu elogios estava ótima para consumo, a outra estava machucada e escurecida. 

“Os alunos realmente pegaram a ideia, o que vimos dentro das maçãs. Os ferimentos são o que acontece dentro de cada um de nós quando alguém nos destrata com palavras ou ações”, diz Dutton. “Nós podemos ensinar crianças que não é legal dizer coisas ruins uns aos outros e discutir o que isso causa ao próximo, o que faz ele sentir”. 

O relato completo está na página do projeto da professora no Facebook, veja abaixo: