Conheça Jake, o cão que se tornou bombeiro após quase morrer num incêndio

Tudo começou em abril de 2014, quando Bill Lindler, um bombeiro de Goose Creek, na Carolina do Sul, viu chamas e fumaça saindo das janelas do prédio de um vizinho

Tudo começou em abril de 2014, quando Bill Lindler, um bombeiro de Goose Creek, na Carolina do Sul, viu chamas e fumaça saindo das janelas do prédio de um vizinho. Ao se aproximar, Bill encontrou um cachorrinho branco muito assustado encolhido debaixo de um telhado pegando fogo. “Achamos que ele ficou no canto do prédio por aproximadamente 10 minutos antes de eu encontrá-lo”, contou Lindler ao BuzzFeed News. 

Reprodução/Facebook/Bill Lindler Reprodução/Facebook/Bill Lindler

Reprodução/Facebook/Bill Lindler (/)

Jake foi levado com urgência para uma clínica veterinária com 75% do corpo tomado por queimaduras de 2º e 3º gruas, incluindo as patinhas. A bravura do pequeno já se mostrava quando foi capaz de sobreviver mesmo com queimaduras tão intensas, já que maioria dos animais não seria capaz de conseguir. Foi quando seus vizinhos disseram não ter condições para arcar com os custos do tratamento do cãozinho que Bill passou a conversar com sua esposa sobre adotá-lo. O filhote branco passou quase dois meses sob observação médica diária até que foi para seu novo lar: “Minha família só deu um empurrãozinho, é como se ele tivesse nascido para ser nosso”, lembra o bombeiro.

Reprodução/Facebook/Bill Lindler Reprodução/Facebook/Bill Lindler

Reprodução/Facebook/Bill Lindler (/)

Muito querido pelo Corpo de Bombeiros Hanahan, conforme Jake foi se recuperando, as visitas ao quartel se tornaram mais frequentes. Seu dono queria apenas levá-lo para dar uma passeada no trabalho, mas o chefe do grupo acabou tomando a bravura e coragem do cãozinho como exemplo: foi assim que em dezembro de 2015, o cachorro se tornou, oficialmente, não só um bombeiro, mas também o mascote do Corpo de Bombeiros Hanahan. 

Reprodução/Facebook/Bill Lindler Reprodução/Facebook/Bill Lindler

Reprodução/Facebook/Bill Lindler (/)

E não pense que dão folga para ele só por ter quatro patas, muito pelo contrário. Além de visitar escolas acompanhado de seu dono a fim de educar crianças sobre a necessidade de medidas seguras contra incêndios, e até está participando de um treinamento para se tornar um cão capaz de detectar um incêndio, ajudando toda a equipe com seu faro aguçado à encontrar materiais inflamáveis em locais já consumidos pelas chamas. “Eu estava no lugar certo na hora certa, estava lá para ele. Era o destino dele,” disse Bill sobre o resgate de seu melhor e mais corajoso amigo.

Reprodução/Facebook/Bill Lindler Reprodução/Facebook/Bill Lindler

Reprodução/Facebook/Bill Lindler (/)


Bill dando um abraço em Jake.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s