Advogada agredida por namorado em vídeo quer ajudar outras vítimas

"Você não consegue acreditar que aquela pessoa que você passou três anos vai chegar ao ponto de te agredir como ele me agrediu”, disse

A advogada Luciana Sinzimbra, 26 anos, que teve a agressão pelo então namorado, o piloto Victor Junqueira, 24 anos, gravada em vídeo amplamente compartilhado nas redes sociais na semana passada, disse que não cogitava que agressões poderiam chegar tão longe. “Você não consegue acreditar que aquela pessoa que você passou três anos, que você conviveu e fez planos, vai te fazer mal, que ela vai chegar ao ponto de te matar ou de te agredir como ele me agrediu”, disse em entrevista ao Fantástico exibida neste domingo (30).

As agressões, filmadas por ela, aconteceram no dia 14 de dezembro no apartamento de Luciana, em Goiânia. Segundo a jovem, a discussão começou por conta do descontentamento dele com o fato de ela ter esquecido um presente em um bar após uma confraternização.

Leia mais: Piloto filmado agredindo namorado é indiciado por lesão corporal 

O piloto Victor Junqueira foi indiciado por lesão corporal, injúria, ameaça e violação de domicílio. Ele não está em prisão preventiva, já que está cumprindo com as decisões judiciais, como a medida protetiva decretada em 16 de dezembro. “Ele está extremamente arrependido por ter chegado aonde chegou. Ele não é um cara violento”, disse o advogado de Victor, Romero Ferraz Filho.

A advogada está passando férias com a família fora do Brasil, tendo concedido a entrevista via internet. “Ainda é muito difícil para mim ter que falar sobre isso, mas eu estou tentando ficar bem, estou tentando superar e eu tenho certeza que a partir da minha história eu vou conseguir ajudar outras pessoas”, disse.