Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Personalidades se posicionam sobre a morte de George Floyd, nos EUA

Morte de ex-segurança gerou repúdio nas redes sociais e grandes protestos nas ruas; artistas estão pagando a fiança de manifestantes detidos

Por Colaborou: Esmeralda Santos - Atualizado em 2 jun 2020, 13h50 - Publicado em 29 Maio 2020, 14h40

Na segunda-feira passada (25), um homem negro foi algemado e morto depois que um policial se ajoelhou sobre o seu pescoço por cerca de cinco minutos, até ele ficar inconsciente, na cidade de Minneapolis, em Minnesota, nos Estados Unidos. A cena foi registrada em vídeo amplamente compartilhado nas redes sociais.

A vítima era George Floyd, 46 anos, e sua morte gerou uma onda de protestos tanto em Minneapolis quanto em outras cidades americanas, como Nova York e Los Angeles. A indignação se dá sobretudo pela recorrência de casos de violência policial contra homens negros no país.

Artistas e grandes personalidades se manifestaram sobre o ocorrido nas redes sociais, demostrando seu apoio à comunidade, indignação pelo racismo e lamentando a morte de George Floyd.

A atriz Viola Davis escreveu: “É isso que significa ser negro na América. Tentou. Morto por ser negro. Somos ditados por centenas de anos de políticas que restringem nossa existência e ainda precisamos continuar enfrentando linchamentos modernos. Aqui está… A América nunca será ótima até que possamos descobrir uma maneira de trabalhar para todos! Eu defino conexão como a energia que existe entre as pessoas quando elas se sentem vistas, ouvidas e valorizadas”.

View this post on Instagram

This is what it means to be Black in America. Tried. Convicted. Killed for being Black. We are dictated by hundreds of years of policies that have restricted our very existence and still have to continue to face modern day lynchings. Here's the thing……America will never be great until we can figure out a way for it to work for EVERYBODY!!! "I define connection as the energy that exists between people when they feel seen, heard and valued"……. RIP George Floyd 🙏🏿

A post shared by VIOLA DAVIS (@violadavis) on

O ator Michael B. Jordan também usou sua conta no Instagram para protestar.

View this post on Instagram

#justiceforfloyd

A post shared by Michael B. Jordan (@michaelbjordan) on

Kelly Rowland, cantora e ex-indegrante do grupo Destiny’s Child, disse: “Você não pode combater o ódio com ódio, e estou cansado de ficar com raiva …Eu simplesmente não entendo”.

View this post on Instagram

You can not fight hate with hate, And I’m tired of being angry….. I just don’t get it. #senseless

A post shared by Kelly Rowland (@kellyrowland) on

 

A atriz e modelo Lupita Nyong’o lamentou o ocorrido em sua conta no Instagram

View this post on Instagram

Enough!!! #GeorgeFloyd #JusticeForGeorgeFloyd

A post shared by Lupita Nyong'o (@lupitanyongo) on

 

Tina Knowles, mãe da cantora Beyoncé foi ainda mais crítica. “Este homem era um ser humano, mas foi morto como um animal. Finalmente, tive a coragem de assistir a este longo e doloroso vídeo do cruel assassinato desse jovem nas mãos de um pedaço de fezes sádico cruel, maligno e abusivo. Estou tão magoada e com raiva que não sei o que fazer comigo. Todo ser humano no mundo deve se unir para protestar contra esse comportamento animal por todos esses policiais, todos eles são cúmplices. Temos que pensar que poderia ser nosso filho. Não importa que cor sejam as pessoas, vocês devem defender este jovem. Faça a coisa certa! Ligue para o escritório do governador e não descansem até que todos estejam na prisão”.

View this post on Instagram

Call: This man was a human being but he was killed like an animal !! I finally got the courage to watch this long excruciatingly painful video of the cruel murder of this young man at the hands of a vicious, evil , abusive sadistic piece of feces! I am so hurt and angry right now that i don’t know what to do with myself !! Every human being in the world should band together to protest this animal behavior by all of these cops they are all complicit!!! . We have to think that what if this could be our son !! No matter what color you are people , you must stand up for this young man ! Do the right thing !!!!!! Speak out !!!! 🙏🏾🙏🏾🙏🏾🙏🏾 call the governors office don’t rest until they are all on prison!!! Call or write mayor demand the arrest of these monsters! Mayor’s email @jacobfrey Phone : mayors office 612 6732100 please call leave message

A post shared by Tina Knowles (@mstinalawson) on

A modelo Naomi Campbell lamentou a morte de George e disse que a pandemia do novo coronavirus tem colaborado para o aumento dos casos de racismo no país. Nos Estados Unidos, assim como no Brasil, pessoas negras também estão entre as principais vítimas fatais de Covid-19.

View this post on Instagram

I don’t have the words. I’m sick and tired of this, tired of being sad about our people dying needlessly. Harassed and humiliated, in these challenging times, I thought we could come to together, but it seems like this Coronavirus has bought out more racism in a major way… where does it end? I’m black and I’m proud #JUSTICEFORFLOYD 💔😢😡. MAY HE REST IN POWER 🙏🏾

A post shared by Naomi Campbell (@naomi) on

 

A atriz Octavia Spencer reproduziu a frase “Chega um momento em que o silencio é uma traição”, creditada ao líder antirracista Martin Luther King, e disse: “Todos os que estão sentados à margem sem uma opinião: eu vejo você. Demorou nove minutos para #GeorgeFloyd morrer. Se havia uma ameaça antes, tinha sido tratada quando ele estava no chão com alguém sentado em sua artéria carótida. Precisamos votar em todos esses f & @ kers [censura para um xingamento]. Todo nível de governo. A corrupção tem que parar até essa frase”.

View this post on Instagram

All of the ones sitting on the sidelines without an opinion: I see you. It took nine minutes for #GeorgeFloyd to die. If there was a threat prior, it had been dealt with as he was on the ground with someone sitting on his carotid artery. We need to vote all these f&@kers out. Every level of government. The corruption has to stop until the phrase #WeThePeople represents #AllOfThePeople. #getregistered #getorganized #getjustice #getoutthevote

A post shared by Octavia Spencer (@octaviaspencer) on

 

No Twitter, Kim Kardashian postou a hashtag #JusticeForGeorgeFloyd, com a frase “eu não consigo respirar”, que ele havia dito antes de morrer. A frase tem sido usada em protestos contra a violência policial após a morte de Eric Garner, em 2014, após ter sido estrangulado por um policial e dito por 11 vezes a mesma fala.

A irmã dela Kylie Jenner também usou as redes sociais para se posicionar sobre a morte de George. “Desde que assisti ao vídeo mais devastador e completamente comovente que mostra o assassinato de George Floyd no início desta semana, não consegui tirar o rosto e as palavras dele da minha mente. Eu nunca sentirei pessoalmente a dor e o medo que muitos negros de todo o país passam todos os dias, mas sei que ninguém deveria viver com medo e ninguém merece uma morte como George Floyd e muitos outros. Falar há muito tempo está atrasado para todos nós. No momento, estamos lidando com duas pandemias horríveis em nosso país e não podemos ficar de fora e ignorar o fato de que o racismo é uma delas. Temo pela minha filha e espero um futuro melhor para ela. Meu coração se parte pela família e pelos amigos de George Floyd. Não deixe seu nome ser esquecido. continue compartilhando, continue assistindo, continue falando, porque é a única maneira de nos unirmos para ajudar a trazer essa mudança e conscientização tão necessárias. Descanse em paz, George Floyd”, escreveu ela.

View this post on Instagram

since watching the most devastating and completely heartbreaking video showing the murder of George Floyd earlier this week I haven’t been able to get his face and his words out of my mind. i’ll never personally experience the pain and fear that many black people around the country go through every day but i know nobody should have to live in fear and nobody deserves a death like George Floyd and too many others. speaking up is long overdue for the rest of us. we’re currently dealing with two horrific pandemics in our country, and we can’t sit back and ignore the fact that racism is one of them. i fear for my daughter and i hope for a better future for her. my heart breaks for George Floyd’s family and friends. Don’t let his name be forgotten. keep sharing, keep watching, keep speaking out, because it’s the only way we can come together to help bring this much needed change and awareness. Rest In Peace, George Floyd. 🕊🤍

A post shared by Kylie 🤍 (@kyliejenner) on

 

A cantora Lady Gaga usou o Twitter para prestar homenagem a George. “Meu coração se parte por George Floyd, sua família e pelas pessoas em Minneapolis. Assassinato é assassinato. Os policiais também são cidadãos, as mesmas regras devem ser aplicadas a eles. Isso é absolutamente horrível e, se o prefeito e a promotoria pública não avançarem, isso é um péssimo exemplo para todo o país”. 

 

A cantora SZA fez uma declaração emocionada. “Vou parar toda vez que vejo uma pessoa negra encostada. Farei tudo o que estiver ao meu alcance para proteger a vida negra. Eu nunca vou me acostumar a ver assassinatos morte negra constante na minha linha do tempo. Descanse em amor Big Floyd – sua morte não é em vão. Nós amamos você, escreveu.

View this post on Instagram

I will stop every time I see a black person pulled over . I will DO EVERYTHING IN MY POWER TO PROTECT BLACK LIFE . I will NEVER get used to seeing murder and constant Black Death on my timeline . Rest in Love Big Floyd🙏🏾 your death is not in vain. We love u ❤️. #ICANTBREATHE .. AGAIN #justiceforgeorgefloyd (petition link in my story 🙏🏾)

A post shared by SZA (@sza) on

Card B também se posicionou. “Já é suficiente! O que será preciso? Uma guerra civil? Um novo presidente? Tumultos violentos? Está cansativo! Estou cansada! O país está cansado! Você não coloca medo nas pessoas quando faz isso, apenas mostra como você é covarde! E como a América realmente não é a terra dos livres!”.

View this post on Instagram

Enough is enough! What will it take ? A civil war ? A new president? Violent riots ? It’s tired ! I’m tired ! The country is tired !You don’t put fear in people when you do this you just show how coward YOU ARE ! And how America is really not the land of the free !

A post shared by Cardi B (@iamcardib) on

O prefeito de Minneapolis, o democrata Jacob Frey, usou o Twitter para lamentar o caso. Ele mencionou que ser negro nos Estados Unidos não pode ser uma sentença de morte e que George Floy, a comunidade negra e a família dele merecem Justiça.

Michelle Obama se declarou “exausta” pela luta contra o racismo e pediu união em suas redes sociais. No Instagram, ela publicou um desenho com o rosto de Floyd e escreveu: “Como muitos de vocês, estou sofrendo com essas tragédias recentes. E eu estou exausta por um desgosto que nunca parece parar. No momento, são George, Breonna [Taylor] e Ahmaud [Arbery]. Antes disso, eram Eric, Sandra e Michael. Isso continua, continua, continua.”

View this post on Instagram

Like so many of you, I’m pained by these recent tragedies. And I’m exhausted by a heartbreak that never seems to stop. Right now it’s George, Breonna, and Ahmaud. Before that it was Eric, Sandra, and Michael. It just goes on, and on, and on. Race and racism is a reality that so many of us grow up learning to just deal with. But if we ever hope to move past it, it can’t just be on people of color to deal with it. It’s up to all of us—Black, white, everyone—no matter how well-meaning we think we might be, to do the honest, uncomfortable work of rooting it out. It starts with self-examination and listening to those whose lives are different from our own. It ends with justice, compassion, and empathy that manifests in our lives and on our streets. I pray we all have the strength for that journey, just as I pray for the souls and the families of those who were taken from us. Artwork: @nikkolas_smith

A post shared by Michelle Obama (@michelleobama) on

Depois de sua mãe, Beyoncé também se posicionou. “Precisamos de justiça para George Floyd. Todos testemunhamos seu assassinato em plena luz do dia. Estamos despedaçados e com nojo. Não podemos normalizar essa dor. Não falo apenas com pessoas de cor; se você é branco, preto, pardo ou qualquer outra coisa, tenho certeza de que você não tem esperança com o racismo que está acontecendo nos Estados Unidos no momento. Chega de assassinatos sem sentido de seres humanos … não podemos mais desviar o olhar”, disse a cantora em vídeo publicado em seu Instagram.

View this post on Instagram

If you want to demand more charges brought on all those involved in the death of George Floyd, click the link in my bio to sign the petition.

A post shared by Beyoncé (@beyonce) on

Oprah Winfrey também não ficou para trás. Em seu Twitter, a apresentadora publicou um texto junto com uma bela ilustração de Floyd. “Eu tenho tentado processar o que pode ser dito ou ouvido neste momento. Eu não consegui tirar a imagem do joelho no pescoço dele da minha cabeça. Está lá toda manhã quando me levanto e enquanto eu faço as tarefas comuns do dia. Enquanto faço café, amarro meus sapatos e respiro, eu penso: Ele não consegue fazer isso”, escreveu.

“#GeorgeFloyd: Nos falamos seu nome. Mas neste momento não vamos deixar seu nome ser apenas uma hashtag. Seu espírito é preenchido pelos choros de todos nós que chamam por justiça em seu nome!”, completa.

Jamie Foxx, que esteve presente nos protestos, também publicou um vídeo em seu Instagram com nomes e fotos de outras vítimas fatais do racismo nos Estados Unidos. “Nós não podemos mais ficar em silêncio”, escreveu.

View this post on Instagram

We cannot be silent anymore… I’ve been going to rally’s since Rodney King… when Treyvon Martin Happened I got a chance to forge a relationship with his mother @sybrinafulton … Who is now running for commissioner in Dade county Miami… we both have witnessed an acceleration of young black man being killed senselessly by police officers and random civilians trying to act like police officers… Being in Minnesota for George Floyd Felt like the straw on the camels back… we have to change policy when it comes to police brutality… We will be heading up to San Francisco tomorrow to meet with the mayor @londonbreed to have a Push for real change!! We cannot let all of these black folk down…. #blacklivesmatter

A post shared by Jamie Foxx (@iamjamiefoxx) on

Artistas pagam a fiança de manifestantes presos durante protestos nos EUA

Durante os protestos contra o racismo nos Estados Unidos, centenas de pessoas fora presas em ações agressivas da polícia. Com isso, e também como forma de protesto e apoio, artistas estão pagando a fiança dos manifestantes.

Katy Perry e Harry Styles, por exemplo, estão impossibilitados de participarem pessoalmente dos atos – a cantora está grávida e o cantor está fora dos Estados Unidos e, por conta da pandemia do coronavírus, não pode voar até o país – e optaram por doar para um fundo que pagará as fianças dos protestantes.

View this post on Instagram

I do things every day without fear, because I am privileged, and I am privileged every day because I am white. Being not racist is not enough, we must be anti racist. Social change is enacted when a society mobilizes. I stand in solidarity with all of those protesting. I’m donating to help post bail for arrested organizers. Look inwards, educate yourself and others. LISTEN, READ, SHARE, DONATE and VOTE. ENOUGH IS ENOUGH. BLACK LIVES MATTER.

A post shared by @ harrystyles on

Outros artistas, como Seth Rogen, Steve Carell, Ben Schwartz, Don Cheadle, Jameela Jamil e Janelle Monáe também estão entre as celebridades que doaram dinheiro para a ação.

Todas as mulheres podem (e devem) assumir postura antirracista

 

Continua após a publicidade
Publicidade