Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Paradoxos da vida, a distância reaproxima William e Harry

Os irmãos têm se falado com maior frequência por telefone e sinalizam reconciliação

Por Da Redação - Atualizado em 13 Maio 2020, 11h42 - Publicado em 13 Maio 2020, 11h12

Foram muitos meses estremecidos. A última vez em que estiveram em um mesmo ambiente público, trocaram apenas um rápido aceno e um sorriso forçado. Os irmãos que um dia pareciam uma unidade, claramente passaram por uma crise familiar significativa, mas segundo fontes que acompanham o drama mais de perto, a distância ajudou a reaproximar Harry e William novamente.

Rumores da briga entre irmãos começaram a circular em abril de 2019, mas atingiram outro patamar quando o próprio príncipe Harry admitiu em uma entrevista à BBC que ele e o irmão não se viam com a mesma frequência, que tinham “dias bons e dias ruins” e que estavam “em caminhos diferentes”. Pela pressão que a nossa família sofre, pelo nosso trabalho, inevitavelmente acontecem coisas”, ele admitiu. “Mas eu sempre estarei lá para ele e, eu sei, ele sempre estará lá para mim. Mas eu o amo muito e você sabe que a maioria das coisas é criada do nada”, ele emendou para tentar aliviar a tensão. Não adiantou muito porque o Príncipe William, fiel à regra de não falar de nada íntimo em público, ficou furioso com a sinceridade de Harry. As coisas só pioraram até o afastamento do caçula e Meghan Markle, que hoje se estabeleceram em Los Angeles, com o filho Archie.

Porém, com meses em isolamento e longe um do outro, os dois teriam voltado a se falar com maior frequência, sinalizando uma reconciliação. “Claramente houve grandes fissuras na relação, mas as coisas melhoraram e William e Harry tem se falado por telefone”, disse a jornalista Katie Nicholl ao Entertainment Tonight.  “Eles tem feito video conferências juntos, comemoraram os aniversários de família e com o fato de que o príncipe Charles não esteve bem, isso forçou aos irmãos a ter que pegar o telefone e voltar a se falar”, ela explicou.

Charles venceu a Covid-19 e deu um susto nos filhos com a doença. Segundo jornais ingleses, Harry estaria sentindo muita saudade de casa depois que se instalou em Los Angeles e sentiu que esse era o momento para se reconectar com a família. Consequentemente, segundo Nicholl, Meghan Markle e Kate Middleton também estão um pouco menos defensivas.

“Tem um sentimento de alívio em ambos os lados que esse drama agora seja algo do passado. Os Sussexes estão com a liberdade que queriam e os Cambridges seguem sua vida como era, sem chateações ou dramas que claramente eram muito significativos nos bastidores”, disse a jornalista. “Eu acredito que Kate e William sintam um pouco de saudade de Harry e Meghan, mas certamente sentem muito a falta de Harry em suas vidas”, disse.

Além do aniversário da Rainha, onde a família comemorou a data via zoom, a princesa Charlotte e o príncipe Louis também completaram mais um ano de vida em abril. O mais especial foi o aniversário de um ano de Archie, que também teve festinha virtual com a Família Real.

Continua após a publicidade
Toby Melville - WPA Pool/Getty Images

Bolinho caseiro e festinha via zoom, mas livro pode mudar tudo

Segundo a revista People, Meghan preparou pessoalmente o bolo de morango e creme, com Harry cuidando da decoração da casa (enchendo de balões). “Eles falaram por zoom com os padrinhos de Archie, amigos e parentes”, diz um amigo do casal.

Apesar das notícias de nostalgia sobre Harry, o casal está muito feliz na Califórnia. 

“É o caminho onde está o futuro dos dois, eles estão se sentindo livres e adorando viver suas vidas e fazer suas coisas como gostam”, diz Nicoll.

Ainda assim, o príncipe segue ligado às instituições de caridade na Inglaterra das quais segue sendo patrono e onde fez amigos. A pandemia limitou a possibilidade de viagens do casal, mas as video conferências têm equilibrado o isolamento. “Para Meghan e Harry esse será o meio do futuro. Eles não vão ficar entrando em aviões o tempo todo para voar para a Grã Bretanha. A COVID-19 acabou proporcionando uma oportunidade de testar um novo caminho de trabalho à distância. Com as video conferências eles conseguem se manter em contato com as pessoas. A COVID-19 acelerou o que sempre seria o futuro caminho para trabalhar com eles, estando tão longe e cuidando de tantas instituições”, ela opinou.

A pandemia também afetou o método de trabalho da própria Rainha, com quem Harry fala diariamente. Na segunda (11), circularam rumores ainda não confirmados de que ela permanecerá isolada em Windsor até o outubro, limitando suas audiências e falando apenas virtualmente com parentes e assessores.

A paz familiar na Família Real pode vir ao novo teste em agosto, quando a biografia de Harry e Meghan for lançada. No livro Finding Freedom: Harry and Meghan and the Making of a Modern Royal Family” (Encontrando liberdade: Harry e Meghan e o surgimento da Família Real moderna, em tradução livre), os dois querem dar suas versões para os fatos que foram notícia, com o foco de esclarecer rumores que teriam afetado a imagem de Meghan Markle, especialmente no Reino Unido. Pela experiência da entrevista da BBC, em que ela se queixou do hábito inglês de não demonstrar emoções, não se pode esperar uma reação compreensiva por parte da Família. A ver como ficam até lá!

 

Continua após a publicidade
Publicidade