Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Parabéns, Michelle Obama!

No aniversário de 56 anos da ex-primeira-dama americana, relembramos momentos icônicos de sua trajetória

Por Camilla Venosa - 17 jan 2020, 13h30

Advogada, ex-primeira-dama e autora de best seller, Michelle Obama completa 56 anos nesta sexta-feira (17). Com uma trajetória de vida inspiradora, a garota nascida em Chicago talvez não tivesse dimensão da icônica figura pública que se tornaria, mas sua determinação e coragem já davam sinais de que para Michelle não haviam barreiras intransponíveis.

Filha de uma família de classe média baixa, ela viveu na pele a infância desafiadora de muitas meninas negras americanas. Morava com os pais, o irmão e a tia em uma pequena casa no bairro de South Shore. Obstinada desde cedo, destacou-se nos estudos e ganhou várias menções honrosas no período escolar.

Divulgação/Reprodução

Seguindo os passos do irmão, Craig, entrou na Universidade de Princeton, onde se graduou em sociologia e estudos afro-americanos. Mais tarde, foi estudar Direito em Harvard. Essa vivência no sistema de educação de elite dos Estados Unidos despertou em Michelle uma indignação em relação à ausência de negros nas universidades de ponta e à grave disparidade econômica que dominava o sistema. “Eu me lembro de ficar chocada vendo alunos dirigindo BMWs. Eu não conhecia nem pais que dirigiam BMWs”, revelou durante o lançamento de sua autobiografia.

Ao concluir os estudos, Michelle retornou a sua cidade natal e começou a trabalhar no escritório de advocacia Sidley & Austin, onde conheceu Barack. Os dois se casaram em 1992, antes do ex-presidente americano ingressar na política.

Reprodução/Divulgação

Depois de sofrer um aborto espontâneo, Michelle iniciou um tratamento de fertilização em vitro para engravidar. Em 1998, ela deu à luz Malia. Três anos depois, nasceu a filha mais nova do casal, Sasha. Apaixonada pela família, ela costuma publicar fotos com as filhas em suas redes sociais.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

From our family to yours, #HappyThanksgiving!

A post shared by Michelle Obama (@michelleobama) on

Com uma personalidade forte, Michelle chegou à Casa Branca rompendo com o padrão de primeira-dama que vive à sombra do marido. Atuando em causas raciais, feministas e educacionais, desenvolveu-se como figura pública forte e independente de Barack. E mesmo depois de oito anos de trabalho na Casa Branca, continua participando de causas sociais.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Leading up to tomorrow’s #DayOfTheGirl, I've been thinking about how, from a young age, girls are often shushed when they speak up, or they’re set aside, as if in a delicate box so they don’t break. These patterns, which begin in our earliest years, don’t just affect us as girls—they shape who we become as women. I thought about this last week, when I spoke with these incredible young ladies in Dallas, who told me about the obstacles they’ve overcome. For them and so many others, it can be difficult to open up and share your story if you’re not confident that people will accept you for who you are. Their stories moved me to keep finding new ways to make sure that every girl and young woman has the support—and the confidence—to recognize that her story matters. So I wanted to ask you today: Who in your life showed you that you were valued when you were younger? And how do you show the girls in your life today that they’re valued?

A post shared by Michelle Obama (@michelleobama) on

Michelle recebeu uma linda homenagem do marido pelas redes sociais. “Em todas as cenas, você é minha estrela, @michelleobama. Feliz Aniversário, baby”.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

In every scene, you are my star, @MichelleObama! Happy birthday, baby!

A post shared by Barack Obama (@barackobama) on

Em sua autobiografia, ‘Minha História’ (2018), a ex-primeira-dama relata sua trajetória do subúrbio de Chicago a Casa Branca. E revela seus maiores desafios, como o sofrimento de se sentir menosprezada com a entrada de Barack na vida política. Com mais de 10 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, a obra acaba de ganhar uma versão em audiolivro, com a voz de Maju Coutinho. “Narrar a história da Michelle Obama foi uma jornada muito bonita e, também, desafiadora. Foram 40 horas dando voz às memórias de uma mulher incrível e, como eu, negra, de família humilde que teve a preocupação de apontar aos filhos no caminho da educação para ascensão”, disse a jornalista.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Bom dia com imagem da boa noite de ontem. Noite de lançamento do audiolivro da inspiradora Michelle Obama. Foi incrível participar desse projeto. Foto :@luaith. O audiolivro da Companhia das Letras está no Google Play.

A post shared by majucoutinhoreal (@majucoutinhoreal) on

Continua após a publicidade
Publicidade