Garoto responde ao ser questionado sobre o “choque” de ter duas mães

Depois de muitos aplausos, o apresentador Serginho Groisman encerrou da seguinte maneira: "Geralmente, no fim desse quadro, eu sempre digo algo. Mas hoje eu só quero te agradecer por ter vindo." E abraçou o adolescente André Lodi

O programa Altas Horas recebeu neste último sábado (2) o adolescente carioca de 14 anos André Lodi, que faz parte de uma família homoafetiva constituída por duas mulheres homossexuais. O quadro debateu a questão do núcleo familiar heteronomartivo – formado por uma mãe e um pai – com uma sabatina do convidado, em que ele respondeu as perguntas da plateia sobre como é viver com duas mães. 

O que chamou a atenção, tanto dos jovens presentes, quanto dos telespectadores foi uma dúvida específica: “Quando você descobriu que tinha duas mães, foi um ‘choque’ ou você aceitou numa boa?” André respondeu não ter “descoberto”, mas que sempre “teve” duas mães. “Eu não era de outra família e cheguei numa ‘família nova.'” O garoto do público insistiu: “Mas quando você descobriu realmente ter duas mães?” Foi então que o convidado fez uma outra pergunta: “Como o seu núcleo familiar é formado?” O jovem rebateu: “Normal, por uma mãe e um pai.” Incomodado, o entrevistado argumentou: “Então, a minha não é normal?” Entre risos e retaliações da plateia, ele ainda reforçou o que disse: “Desculpa, é que eu enxergo como normal uma família formada por uma mãe e um pai. Não que eu tenha algum preconceito, porque eu não tenho. Mas na minha visão é normal ter uma mãe e um pai.” Por fim, André pediu para que ele repetisse a pergunta, e finalizou: “Quando você percebeu que tinha um pai e uma mãe?”

Depois de muitos aplausos, o apresentador Serginho Groisman encerrou da seguinte maneira: “Geralmente, no fim desse quadro, eu sempre digo algo. Mas hoje eu só quero te agradecer por ter vindo.” E abraçou André. 

Dê o play e confira a resposta perfeita do garoto:

 

 

Tudo sobre