Cristiano Ronaldo é acusado de estupro por norte-americana

O jogador nega todas as acusações, ainda que tivesse selado um acordo com a mulher

A modelo Kathryn Mayorga, 34 anos, acusou o jogador Cristiano Ronaldo de abuso sexual. Segundo a norte-americana, o caso aconteceu em 2009 e, para que mantivesse sigilo, o atacante do Juventus teria pago à ela US$ 375 mil (cerca de R$ 1,5 milhão).

Os dois teriam se conhecido em uma festa e o português teria abusado da mulher em um hotel de Las Vegas. À revisa alemã Der Spiegel, Kathryn disse que aceitou a oferta na época por temer por ela e sua família.

O acordo teria sido selado como um contrato. À revista, a modelo disse “é um cara muito famoso, estou aterrorizada. Assinei o contrato, em primeiro lugar, porque não queria que meu nome fosse divulgado.”

Leia mais: Ladrão se irrita com choro de criança e mata mãe na frente dos filhos

Ainda segundo a revista, o advogado da modelo entrou com ação para questionar a validade do acordo. Além do sigilo, o jogador também teria pedido que a mulher retirasse a queixa policial.

Apesar de ter efetuado a chamada, a norte-americana não chegou a identificar o jogador, afirmando que se tratava “de uma figura pública”. Agora, por pedido de Mayorga, a polícia de Las Vegas reabriu a investigação. A modelo teria decidido ir adiante depois do movimento #MeToo.

Leia mais: Por que Fernanda Souza pediu para sair do ‘Só Toca Top’

Quando a Der Spiegel publicou pela primeira vez sobre o acordo extrajudicial em abril de 2017, os representantes de Ronaldo chamaram a história de “um pedaço de ficção jornalística”. O artigo não citava o nome da suposta vítima.

Representantes do jogador ameaçaram na última semana a processar a revista alemã por publicar a história, e o jogador falou sobre as alegações em um chat ao vivo no Instagram. Ele nega todas as acusações e diz que o sexo foi consensual.

“Vocês querem se promover pelo meu nome. Isso é normal”, afirmou Ronaldo. “Eles querem ser famosos ao dizer meu nome. Mas isso é parte do trabalho. Sou um homem feliz e tudo bem”.

Veja mais: Menina escreve bilhete para a avó revelando que sofre abusos sexuais