Atriz fala sobre impacto do estupro aos 21 anos: “estragou minha cabeça”

Rose McGowan foi uma das principais vozes durante o movimento #MeToo e uma das primeiras a denunciar o produtor Harvey Weinstein

A atriz Rose McGowan, uma das principais vozes durante o movimento #MeToo e uma das primeiras a denunciar o produtor Harvey Weinstein, contou como o fato de ter sido violentada sexualmente impactou em sua vida.

Ao jornal The Guardian, Rose declarou que os estupros sofridos por ela aos 21 anos ajudaram-na a “estragar sua cabeça”.

“Aconteceu em momentos diferentes antes disso, na primeira vez eu tinha 14 anos. Com o ‘Monstro’. Eu tentei dizer às pessoas. Uma advogada criminal me disse: ‘Você é uma atriz. Você fez uma cena de sexo. Ninguém vai acreditar em você’. Naquela época, ela estava certa. Hoje, não estaria”, disse a atriz.
Rose ainda fez uma análise sobre a cultura do estupro que persiste. “Estupro não é sexo. É roubo. É um abuso maciço de poder e um erro de justiça. Não é um crime sexual. O problema pode se manifestar de maneira sexual às vezes, mas, por trás disso, há um abuso de poder.”