Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Conheça a história da reforma do apartamento de Isa e Felipe

O casal narra seu cotidiano no blog Dele e Dela. E é claro que a reforma do apê é um capítulo à parte, cheio de ação, obstáculos, reviravoltas e, acima de tudo, muita paixão em cada parágrafo foi amor à primeira vista

Por Minha Casa Digital
Atualizado em 19 fev 2020, 15h01 - Publicado em 18 fev 2015, 10h08

Uma visita ao imóvel recém-construído, na capital paulista, bastou para que eles se encantassem. Contrato assinado, o apartamento foi entregue no contrapiso. E, para dar conta das obras necessárias, a dupla resolveu arregaçar as mangas: “Arranjamos um pedreiro ótimo, mas ele só podia ficar por alguns dias. Por isso, pedimos que nos desse umas aulinhas e, assim, conseguimos fazer muita coisa por conta própria”.  O resultado são ambientes com a cara dos donos, na medida para embalar a vida a dois – ou melhor, a três, já que agora têm a companhia da buldogue Porpeta.

Do chão às paredes, tudo muito bem planejado

❚ A sala de estar teve de ceder alguns metros para o casal poder criar seu home office.  De quebra, a medida permitiu que eles conquistassem o almejado visual rústico. “mandamos erguer as paredes que delimitam o escritório, então, aproveitamos para deixar os tijolos aparentes em uma delas”, diz felipe. a superfície foi valorizada por um belo arranjo de quadros assimétrico que  está em constante construção.

❚ A desigualdade harmoniosa também dá o tom na trinca de móveis: sofá neutro, poltrona de patchwork e banco que imita o visual de madeira de demolição.

❚ “Um dos itens que mais despertam a curiosidade dos leitores do blog é o tapete”, diz isa, revelando que se trata de uma passadeira de pvc (modelo com 1,20 m de largura, leroy merlin, R$  55,90 o metro). o material é fácil de limpar, portanto, a peça sobrevive  às travessuras de porpeta.

Continua após a publicidade

“Fizemos de tudo: carregamos materiais, misturamos argamassa e bancamos os ajudantes de pedreiro. o mais difícil foi tirar a porta da varanda. ficamos até tarde da noite tentando, mas aquilo não saía por nada! acho que alguns vizinhos ainda nos odeiam por causa disso…”  Felipe Alfieri

Ala social unida, cheia de praticidade e com aparência impecável

❚ A cozinha americana era um desejo do casal. Por isso, o fato de a planta já apresentar integração com a sala pesou a favor da escolha do apê. Sem necessidade de quebra-quebra, eles apenas encomendaram um balcão – a peça, que se estende pela parede, desempenha ainda  as funções de rack, no lado da sala, e de armário, no da cozinha.

Continua após a publicidade

❚ A pia original foi mantida e ganhou um gabinete, também sob medida. Já os azulejos antigos foram removidos, e a parede recebeu novos revestimentos: tinta acrílica metalizada na cor Chumbo, da Suvinil, e, em um trecho em L, pastilhas de vidro (2,5 x 2,5 cm, na cor Uva, da Vidro Real. Leroy Merlin, R$ 18,69 a placa telada  de 30 x 30 cm). Já a superfície que  faz divisa com a área de serviço  foi coberta de cimento queimado. Para contrastar com os tons escuros, a viga e a porta de entrada foram tingidas com esmalte à base de água Amarelo, da Suvinil.

❚ As luminárias foram garimpadas na rua da Consolação, que concentra lojas de iluminação  em São Paulo. Os pendentes,  por exemplo, saíram por R$  312,  já com as lâmpadas de LED.

❚ Integrada com a sala, a varanda rendeu um canto para abrigar a mesa de jantar, mas teve de ser envidraçada. “Foi o investimento mais alto, e valeu a pena. Ganhamos espaço e uma vista linda para as refeições”, diz Felipe.

❚ Também pensando no visual,  a parede junto à porta de entrada virou lousa com a aplicação  de esmalte preto fosco.

Continua após a publicidade

❚ No lavabo, o item que mais chama a atenção é o espelho triangular, encomendado a um vidraceiro (similar: 70 x 70 cm, Vitrais Assu, R$  200).

“Os azulejos que vieram no apê nos desagradavam, então, arrancamos todas as peças, que foram substituídas por cimento queimado e pastilhas na cozinha e por porcelanato no banheiro. É claro que o pedreiro nos orientou e, muitas vezes, arrematou o serviço – como no caso do nivelamento do piso da sacada. Foram meses de trabalho intenso. A jornada chegava a 14 horas por dia. Sem falar nos calos adquiridos e no cabelo duro por causa da poeira. Outro desafio foi a peregrinação pelas lojas de materiais de construção – perdemos a conta de quantas visitas fizemos, parecia que sempre faltava alguma coisa!” Isabela Marques

55 m² recalculados para um resultado perfeito

Continua após a publicidade

❚ O casal seguiu a planta de outros apartamentos do prédio, que possuem dois dormitórios, para situar as paredes do escritório (1).

❚ Com a criação do novo cômodo, a sala perdeu cerca de 6 m², mas a integração com a varanda devolveu 3,8 m² – o suficiente para abrigar o jantar (2).

Suíte e home office do jeitinho dele e dela

Continua após a publicidade

❚ No quarto, não houve trabalho pesado, apenas a parte divertida: decorar! A cama box que os moradores já tinham ganhou uma cabeceira de pínus ( Til , na cor Enzo, 1,46 x 1,05 m. Meu Móvel de Madeira , R$  419).

❚ “Os criados-mudos nós encontramos em uma loja de móveis rústicos aqui perto de casa. Apesar do visual antiguinho, são peças prontas: você pode escolher dentre algumas opções de cor, e a pintura é feita na hora”, conta Isa. O casal elegeu branco e amarelo (Tudo Brechó, R$ 150 cada).

❚ O banheiro da suíte também teve sua repaginação com porcelanato retificado no piso e nas paredes e pastilhas de vidro pretas na área do banho.

❚ Como os dois trabalham bastante em casa, o escritório mereceu atenção especial. “Para montar a escrivaninha, fomos até um home center e escolhemos uma placa de MDF, entregue já cortada no tamanho de que precisávamos”, diz Isa. Cavaletes prontos arrematam o conjunto. As cadeiras, iguais às da sala de jantar, são levadas para lá quando há convidados.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.