Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Academia de Hollywood veta Will Smith dos Oscar durante 10 anos

A decisão é uma dura punição pelo tapa que o ator deu no comediante Chris Rock na cerimônia, em março.

Por Da Redação
Atualizado em 8 abr 2022, 20h22 - Publicado em 8 abr 2022, 20h16

A Academia de Hollywood anunciou, nesta sexta-feira, que o ator Will Smith não será permitido em nenhum evento, incluindo o Oscar, durante os próximos 10 anos. “A presença do Sr. Smith, física ou virtual, não será permitida em nenhum dos eventos ou programas da Academia de Hollywood, incluindo, mas não exclusivamente, o Oscar”, diz a carta enviada pelo presidente da Academia, David Rubin, e seu CEO, Dawn Hudson. O comunicado não especifica, no entanto, se o ator ainda será elegível para indicações ao prêmio. “Aceito e respeito a decisão da Academia”, disse Will em um breve comunicado enviado por seu representante à imprensa norte-americana.

A dura sanção é uma reposta ao tapa que Will desferiu no comediante Chris Rock na última cerimônia do dia 27 de março, depois que este fizesse uma piada sobre a careca da atriz e esposa de Will, Jada Pinkett-Smith, que reconheceu publicamente que sofre de alopecia. Depois que Jada revirou os olhos em aborrecimento depois do comentário de mau gosto, seu marido se levantou de seu assento e caminhou até o palco para dar um tapa na cara de Rock. “Deixe o nome da minha esposa fora da sua boca”, Will gritou, diante da perplexidade de todos os presentes. A frase foi censurada na transmissão televisiva para os Estados Unidos, mas foi perfeitamente ouvida em outras partes do mundo. Minutos depois, o ator subiu para receber o Oscar de melhor ator pelo filme King Richard: Criando Campeãs.

“A 94ª edição do Oscar deveria ser uma celebração das muitas pessoas em nossa comunidade que fizeram um trabalho incrível no ano passado e, no entanto, esses momentos foram ofuscados pelo comportamento inaceitável e doloroso que vimos do Sr. Smith”, disse o conselho da Academia no comunicado divulgado à imprensa. “Durante a transmissão, não abordamos adequadamente a situação na sala. Por isso, pedimos desculpas”, admitiram os diretores da Academia. “Não estávamos preparados para algo sem precedentes”, disseram.

O Conselho Superior da Academia de Hollywood optou por essa interdição temporária de 10 anos, rejeitando a punição mais drástica que estava sobre a mesa: fazer Will devolver o Oscar que recebeu por sua performance. A expulsão permanente da organização, outra punição a ser considerada, foi automaticamente descartada quando o próprio Will renunciou ao seu lugar na Academia na semana passada.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.