Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Deixa te falar...

Alexandre Simone e Lucas Galdino, comunicadores e criadores do @historiasdeterapia, contam causos que vão do emocionante ao cômico
Continua após publicidade

Quando a fofoca ameaça as relações

A morte precoce da filha dificultou a relação de Dona Benê com a nova parceira do genro. Mas o tempo... Ah, o tempo transforma tudo

Por Alexandre Simone e Lucas Galdino
17 abr 2024, 10h00

Suka e Moisés se encontraram em um momento de grande sensibilidade. Pouco tempo havia se passado desde que Moisés perdera sua primeira esposa, Adelaide. Quando os dois apareceram juntos, surpreenderam muita gente. No entanto, essa surpresa logo se transformou em ressentimento e amargura por parte de alguns membros da família da falecida Adelaide, resultando em fofocas e perseguições morais direcionadas à Suka — infelizmente, como é comum, a culpa recaiu sobre a mulher.

O buchicho começou com a suposição de um caso entre Suka e Moisés ainda antes do falecimento de Adelaide. Com o tempo, as fofocas escalaram, e viraram ameaças por telefone contra Suka.

A intriga se alastrou rapidamente, e até mesmo a antiga sogra de Moisés, Dona Benê, mãe de Adelaide, passou a nutrir sentimentos negativos em relação à nova companheira do genro.

Apesar de Suka e Benê não terem obrigação de se conhecerem, o convívio entre os filhos de Moisés com a família da mãe tornava a situação delicada. Como apresentar Suka, a nova parceira, diante de tanta hostilidade?

As informações distorcidas que chegavam a Dona Benê sobre “a mulher que tomou o lugar de sua filha” só aumentavam a dor da perda de Adelaide. Parecia que a relação entre Suka e Benê estava fadada ao fracasso, construída sobre boatos e suposições.

Continua após a publicidade

Nem toda fofoca, porém, é apenas fruto de maldade — às vezes, ela pode surgir de um lugar de dor também. Lidar com a morte é um desafio enorme. Mesmo sendo uma certeza da vida, é difícil processá-la racionalmente.

Ela nos assusta, nos confronta com nossa própria humanidade e fragilidade. O medo de esquecer quem partiu é real, e a reação da família de Moisés e Adelaide pode ser entendida como um medo da “substituição”. Um medo irracional, reativo, porque se esquece que ninguém pode substituir outra pessoa.

Ninguém é substituível. Somos únicos e preenchemos os espaços de maneira própria. Adelaide é Adelaide. Suka é Suka. E é justamente esse medo, embora compreensível, que pode levar a consequências destrutivas, ao alimentar ressentimentos e hostilidades, minando as possibilidades de diálogo e de novas conexões afetivas.

A reviravolta na relação de Suka e Dona Benê acontece quando Suka engravidou de Geovanna, filha dela e de Moisés. Com o nascimento da criança, Benê convidou Suka para sua casa, e a visita marcou o início de uma relação que antes era bloqueada pelo medo da substituição.

Continua após a publicidade

A bebê foi a ponte que uniu Suka e Benê, permitindo-lhes transcender as barreiras da dor e da desconfiança para construir uma relação baseada no carinho e na compreensão mútua. Hoje, as duas têm uma relação de mãe e filha, e reconhecem muito bem que não há substituições.

A experiência da Suka e da Benê nos lembra da complexidade das relações humanas e da inevitabilidade da mudança. Nossas conexões com os outros podem evoluir e se transformar ao longo do tempo, sem que isso signifique que estamos apagando ou substituindo aqueles que amamos.

Em vez disso, estamos ampliando nossos círculos de amor e cuidado, honrando tanto o passado quanto o presente, e abrindo espaço para novas formas de relacionamento e conexão. A verdadeira riqueza das relações humanas está na capacidade de abraçar a mudança e o crescimento, mantendo viva a memória daqueles que vieram antes de nós. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.