Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Aromaterapia em casa: dicas para trazer bem-estar e boas vibrações

O alquimista floral Joel Aleixo fala sobre quais são os melhores óleos essenciais para cada ambiente e seus benefícios

Por Nádia Simonelli Atualizado em 23 ago 2021, 08h45 - Publicado em 23 ago 2021, 08h47
aromaterapia em casa
Brooke Lark/Unsplash

Aplicar a aromaterapia em casa pode ser uma boa ideia para trazer sensação de bem-estar aos ambientes e deixar o dia a dia mais leve. Para saber mais sobre essa prática e como usar os aromas a nosso favor, falamos com o alquimista floral e fundador da AlkhemyLab Joel Aleixo. Confira as dicas que ele compartilhou com a gente logo abaixo!

O que é aromaterapia

A aromaterapia é uma prática milenar que usa os óleos essenciais — a parte mais poderosa das plantas — para ajudar a equilibrar corpo, mente e espírito. “Isso porque há uma grande concentração das plantas nos óleos essenciais. Por exemplo, para gerar 1 litro de óleo essencial de rosas 100% puro são necessárias 4 toneladas de pétalas de rosas”, explica o alquimista.

aromaterapia em casa
Kelly Sikkema/Unsplash

Assim, os aromas podem ser utilizados para problemas físicos e emocionais, como melhorar a cicatrização da pele ou  auxiliar no tratamento de ansiedade e depressão. “Os grandes alquimistas e cientistas da antiguidade usavam os óleos essenciais para a assepsia, já que não havia muitas formas de higiene, e até para acabar com pandemias”, conta Joel.

Ele afirma também que é muito importante saber de onde vem os aromas. “Existem os óleos essenciais 100% puros e existem os que vêm de perfumes que são fabricados, portanto, sintéticos. Os sintéticos não nos ajudam ou trazem benefícios, apenas provocam uma sensação olfativa agradável. Já os óleos essenciais 100% puros, quando inalados, ativam muito o bulbo olfativo, estimulando o sistema límbico. Esse contato faz com que realmente existam benefícios para o ambiente e corpo, seja com efeitos aconchegantes ou estimulantes”, explica o especialista.

Benefícios da aromaterapia em casa

O uso dos óleos essenciais e de blends feitos com eles pode influenciar nos ambientes de várias formas. “Isso porque os aromas em sprays não beneficiam apenas quem os recebe, mas também o espaço, pois os óleos essenciais quebram as moléculas de microorganismos, sendo fungicidas, antimicrobiano e antiparasitários naturais”, diz. Na própria natureza as plantas usam seus óleos essenciais para afastar fungos e parasitas que vem atacá-las.

aromaterapia em casa
Olivia Snow/Unsplash

“Para quem está no ambiente, indico um blend de óleos essenciais de alecrim, cipreste e palmarosa para criar uma atmosfera de equilíbrio e felicidade, além de revigorar e facilitar o relacionamento entre as pessoas. Já para purificar e proteger os ambientes energeticamente, além de oferecer uma atmosfera de bem-estar, otimismo, estimular a positividade e a confiança, minha sugestão é a união dos óleos de melaleuca, cedro virgínia e cravo folha”, indica Joel.

Já para ambientes de trabalho ou estudo, o alquimista recomenda o uso de óleos essenciais que estimulem a inspiração, como alecrim e artemísia. “Para auxiliar em casos de ansiedade, impaciência, irritação e insônia recomendo anis estrelado, cânfora branca e lemongrass, que trazem uma atmosfera calmante e relaxante”, diz.

Como aplicar em casa

aromaterapia em casa

“Indico um veículo que não quebre tanto as moléculas dos óleos essenciais, a exemplo de sprays ambientais ou difusores com água, que podem ser posicionados nos cantos ou atrás de móveis, e deixar esse aroma invadir a casa”, explica.

Continua após a publicidade

De acordo com Joel, esses métodos protegem muito o ambiente, pois quando o óleo essencial se dissipa quebra todas as moléculas pesadas. “Para a proteção do espaço, indico a escolha de um blend de lavanda, melaleuca e cravo, que pode ser encontrado em spray ou em gotas para ser usado em difusores. Isso pode ser feito diariamente e quantas vezes sentir necessidade”, recomenda Joel.

Aromas ideias para cada ambiente

aromaterapia em casa
Elly Johnson/Unsplash

Quarto

“Para relaxar indico a lavanda, que é muito calmante e atinge várias regiões do cérebro sem dar sonolência e moleza, ou macela. Para um momento romântico o mais indicado é um óleo essencial mais estimulante, como a erva-cidreira, que traz bem-estar e melhor energia vital”, diz ele.

Sala de estar (alegria e convivialidade)

A sala de estar e jantar são ambientes de convivência, onde recebemos visitas e temos momentos de lazer. “Nesse caso, são indicados óleos essenciais estimulantes, como o de pimenta preta (que também é desintoxicante), melaleuca (antisséptico, anti-inflamatório e ótimo cicatrizante), manjericão (também indicado para estresse, pois promove o equilíbrio mental) e erva-cidreira”, explica.

Escritório (concentração e foco)

Uma boa pedida para o escritório e ambiente de estudos são óleos essenciais que trazem inspiração. Nesse caso, pode-se escolher um blend de artemísia e alecrim, que induzem a criatividade.

Quarto das crianças

Os aromas de bergamota e laranja podem ser muito bons para esses ambientes, isso porque são indicados até mesmo para quadros de insônia, pois são bem relaxantes.

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade