Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Faça um bom negócio ao comprar roupas pela internet

Comprar roupas e acessórios pela Internet é uma opção prática e cada vez mais segura. Mas, para fazer um bom negócio, é preciso tomar alguns cuidados. Confira dicas e incremente o visual sem sair de casa!

Por Redação M de Mulher Atualizado em 16 jan 2020, 05h39 - Publicado em 7 jan 2013, 21h00

Dicas simples podem evitar dores de cabeça na hora de fazer compras online
Foto: ThinkStock

Arrematar aquele sapato incrível que se esgotou no shopping ou o top da atriz da novela das 9 virou uma missão possível graças à internet – e muita gente já descobriu isso. De acordo com a consultoria E-bit, especializada em e-commerce, um terço dos 83 milhões de brasileiros que acessam a web fazem compras online. Em 2009, a categoria moda e acessórios não aparecia no ranking das mais vendidas pela net. No ano passado, surgiu na quinta posição e, em 2012, já ocupa o segundo lugar, indica a última pesquisa realizada pela E-bit. Para atender a esse público que não para de crescer, o número de lojas online aumentou e, devido à concorrência, a qualidade do serviço vem melhorando a cada dia. Jairo Lobo Migues, especialista em e-commerce do Sebrae-SP, garante que os sites ganharam a confiança das consumidoras. “Informações mais detalhadas sobre medidas e políticas eficientes de entrega e troca impulsionaram as vendas”, justifica.

Os benefícios de comprar peças de moda no conforto de casa, usando apenas o computador e o cartão de crédito, são muitos. “Comparo preços em diversos sites, encontro descontos especiais e marcas que não existem na minha região”, conta a personal shopper Maiara Daltoé (SC). Siga o nosso manual de sacoleira online e garimpe peças lindas!

Segurança máxima

Antes de fazer uma compra, é essencial tomar alguns cuidados para não ter surpresas desagradáveis. Confira:

Lojas conhecidas:siga indicações de amigos e parentes e só adquira itens em sites renomados. Quer testar um novo endereço? Veja se ele tem CNPJ, razão social, endereço físico e telefone.

Reputação do negócio:pesquise como outras pessoas avaliaram a compra no site Reclame Aqui, no Procon, em blogs, na página do Facebook e no Twitter da empresa.

Políticas de compra:verifique o prazo de entrega, as formas de pagamento, se o site oferece garantia e como funciona a troca e a devolução.

Segurança do site:a página que mostra o pagamento exibe um cadeado na lateral? Clique nele e veja se a informação corresponde ao endereço na barra de navegação.

Formas de pagamento:o cartão de crédito é a opção mais fácil e segura. Evite boleto e depósito bancário.

Taxas extras:o valor do frete e os impostos (em caso de sites estrangeiros) podem encarecer o produto. De acordo com a Receita Federal, você corre o risco de pagar taxa se a compra tiver custado mais do que 50 dólares.

Dados protegidos:escolha uma senha segura na hora de se cadastrar no site e esteja com o antivírus do computador sempre atualizado.

Documente tudo:salve ou imprima todos os passos da compra, inclusive e-mails de confirmação.

Prazo de entrega:geralmente é de sete a 30 dias (confirme antes da compra). Na maioria dos sites, dá para acompanhar o status do pedido.

Continua após a publicidade

Política de troca:o Código de Defesa do Consumidor garante que você tem direito ao arrependimento, ou seja, pode devolver o que comprou, com ou sem defeito, no prazo de sete dias a partir do recebimento do produto. Mas fique esperta! A maioria dos sites diz que a peça não pode parecer usada e deve estar na embalagem original. Apresentar a nota fiscal também é imprescindível.

Dicas de compra

Roupas

1. Preste atenção no tamanho da peça. Além do tradicional P, M, G, muitas lojas disponibilizam as medidas da roupa para facilitar a vida da compradora. Caso não encontre essas informações no site, peça para o SAC enviá-las por e-mail. Compare com as peças que você já tem e avalie se a escolha vale a pena.

2. Dê preferência a roupas largas, de tamanho único ou de tecidos de malha – daí não tem erro.

3. Se você possui um item da mesma marca, copie a numeração da etiqueta.

4. Evite roupas estruturadas, pois dificilmente elas terão um caimento perfeito.

5. Fuja daquelas peças muito diferentes, como uma calça saruel, por exemplo. Se você nunca usou o modelo, não tem a menor noção de como ele vai vestir no seu corpo.

Acessórios

1. Observe as medidas para ter certeza do tamanho do brinco, do comprimento do colar…

2. Procure a opinião de amigas que já tenham sapatos daquela grife – elas podem dizer se a forma é exata ou se você deve comprar um número a mais ou a menos.

3. Cuidado com sapatos que tenham um salto alto diferente, pois a chance de ele ser desconfortável é grande. Rasteiras e sapatilhas são compras mais certeiras.

4. Prefira um anel com regulagem, assim ele fica perfeitamente encaixado no seu dedo.

5. Pulseiras, colares, bolsas, broches, lenços e tiaras não pedem ajustes – invista neles sem medo.

6. Não gostou da peça? Além de trocá-la por outra, você pode revender para uma amiga ou dar de presente!

Continua após a publicidade
Publicidade