Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Brasileira vence premiação voltada para escritores independentes

Além de ganhar R$ 20 mil no concurso, Gisele Mirabai terá seu livro 'Machamba' publicado por editora

Por Maria Beatriz Melero - 31 jan 2017, 15h24

A brasileira Gisele Mirabai foi a vencedora do prêmio Kindle de Literatura, premiação voltada para escritores independentes. Ela foi reconhecida na cerimônia pela livro Machamba. Como prêmio, ganhou R$ 20 mil, além de um contrato com a editora Nova Fronteira – que publicará o romance na versão impressa no primeiro semestre deste ano.

O anúncio foi feito no último dia 16 de janeiro, na Confeitaria Colombo, no Rio de Janeiro. A mineira venceu a disputa organizada pela Amazon e pela Nova Fronteira que contava com mais de 1,7 mil autores (de 460 cidades) e mais de 2 mil romances. Para participar, os concorrentes tiveram que publicar suas obras em formato digital exclusivamente no Kindle Direct Publishing (KDP), plataforma de autopublicação da Amazon.

View this post on Instagram

Com Ricardo Garrido, diretor de e-books da Amazon, e Daniele Cajueiro, diretora editorial da Nova Fronteira, recebendo o Prêmio Kindle🎉

A post shared by Gisele Mirabai (@giselemirabai) on

Gisele não é novata no mercado editorial. Ela é autora do livro Guerreiras de Gaia (Editora Zeus, 320 páginas, R$ 31,45), publicado em 2007. A obra que gira em torno do questionamento sobre o que uma colegial tímida, uma dedicada mãe de família, as gêmeas mais bonitas do planeta Terra e uma professora de Física têm em comum.

Leia mais: 15 livros instigantes para serem devorados de uma tacada só

Gisele e Machamba

Radicada em São Paulo, a mineira de Belo Horizonte começou a escrever Machamba em 2009. A escritora tentou emplacar a impressão da obra desde então, quando começou a apresentar os primeiros capítulos do livro para editoras brasileiras. Porém, sem sucesso, a obra ficou na gaveta até 2017, quando veio a oportunidade do concurso da Amazon.

Nesse meio tempo, Gisele ganhou uma bolsa de criação literária da Funarte, teve dois filhos e aguardou que alguma editora publicasse seu livro.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

Início do ano com tudo que acredito: amigos, família, natureza, sorriso e pra me deixar felizona, a @natokimoto lendo o Machamba, meu romance inédito, finalista do Prêmio Kindle de literatura. #kindle #premiokindle #amazon

A post shared by Gisele Mirabai (@giselemirabai) on

Machamba conta a história da protagonista de mesmo nome que “cresceu numa fazenda em Minas Gerais, em meio a cavalos e pés de laranja, lendo as Enciclopédias das Antigas Civilizações com o pai”.

Um ano depois, em Londres, Machamba se torna “uma mulher que leva a vida de forma inconsciente e promíscua. Nem ela mesma sabe o que aconteceu com a própria história. Até que começa uma viagem pelas antigas civilizações do planeta, Grécia, Turquia, Israel, Egito, e quanto mais caminha pelas ruínas do mundo, mais viaja em direção ao seu passado e ao Elo Perdido, o episódio fatídico que mudou para sempre o curso de sua vida”, conforme descrito na sinopse do livro.

View this post on Instagram

Mundo, te quero #mundotequero

A post shared by Gisele Mirabai (@giselemirabai) on

Leia mais: 15 livros de poucas páginas para ler com leveza

 

Continua após a publicidade
Publicidade