Correção de cor: as melhores soluções dos cabeleireiros

Nem sempre é preciso refazer todo o processo de descoloração para corrigir mechas desbotadas ou a diferença de tom em relação ao cabelo que cresceu

Quem nunca se deparou com a raiz bem mais escura que o restante dos fios, as mechas desiguais ou o loiro mais claro do que você gostaria? É muito comum isso acontecer em cabelos com luzes, tingidos ou descoloridos. O motivo pode ser por um resultado indesejado do procedimento feito em casa ou no salão, ou simplesmente o fato de o cabelo ter crescido. Alguns tons, como loiro e ruivo, sofrem, ainda, com o temido desbotamento, que acontece com o contato com o cloro da piscina, sol, produtos químicos e até com a lavagem.

Mas muitos cabeleireiros vêm se especializando em técnicas especificas de correção de cor. E o melhor: elas incluem o cuidado para não precisar refazer tudo do zero, e sim “reformar” e corrigir o cabelo. “Quando alguma cliente chega com esse problema, eu analiso caso a caso para aproveitar tudo o que já tem de mechas. O objetivo é ter o mínimo de química possível. Então, o que dá para aproveitar eu aproveito”, diz a cabeleireira Valeria Ribeiro, do salão Absolute, em São Paulo.

Valeria explica que muitas vezes o retoque da raiz é imprescindível (principalmente quando há diferença grande de tons), mas que é possível reaproveitar muitas mechas. “É um trabalho artesanal mesmo, de ir costurando o cabelo. Às vezes uma mecha está muito mais grossa que a outra, eu aplico um pouquinho só de tonalizante, apenas para deixar a diferença de tons menos evidente”, diz ela. Nesse processo, as pontas viram referência e o retoque da raiz segue esse tom. “Se a cor estiver desbotada, eu retoco algumas partes com um pouco de descolorante, mas sem deixar agir por muito tempo. A ideia é só dar um pouco de brilho”, explica.

Eu mesma já fiz isso. Mas no meu caso, fiz luzes em tons de loiro (sou morena) e achei que ficaram claras demais. A solução foi tonalizar algumas mechas (para que ficassem mas finas e discretas), e esfumar bem a raiz, para que não ficassem marcas. A ideia, para este efeito natural, é que as mechas sejam mais difusas, para que não seja possível saber exatamente onde começam nem onde terminam.

Veja, a seguir, alguns exemplos de correção de cor, feitos por diversos cabeleireiros:

 

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s