CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Rosácea: saiba o que é e como cuidar

Nem sempre a vermelhidão nas bochechas quer dizer vergonha. O quadro pode ser a manifestação da rosácea, doença da pele que causa incômodo, mas pode ser controlada. Saiba identificar e cuidar.

Por Redação M de Mulher Atualizado em 15 jan 2020, 01h48 - Publicado em 10 set 2014, 21h00

Com os cuidados certo a vermelhidão fica mais suave
Foto: Thinkstock / Getty Images

 

O que é

A rosácea é uma doença da pele, que gera vermelhidão devido à dilatação dos vasos sanguíneos e acontece principalmente na região central do rosto. A vasodilatação pode ser consequência de diversos fatores tanto físicos, quanto psicológicos, como variação da temperatura ambiente, ingestão de álcool e nervosismo. Ela é considerada uma doença crônica, ou seja, não tem cura definitiva, apenas formas de tratamento que resultam em melhora dos sintomas. Então, o vermelhinho vai continuar lá, mas é possível cuidar ou amenizar com maquiagem.

 

Quem pode ter

A doença é mais comum em mulheres de pele branca e os sintomas começam a aparecer normalmente a partir dos 25 anos.

 

Quais são os sintomas

A rosácea é uma vermelhidão bem delimitada, mais concentrada no centro da face – maçãs e nariz – e tem vazinhos aparentes, com sensação de ardência e calor. Nos casos mais graves, porém raros em mulheres, podem surgir bolhinhas vermelhas ou com pus e nódulos.

 

O que melhora e o que piora

Para não piorar o quadro ou causar ainda mais incômodo, limpar a pele com produtos que não contenham ácidos, retirar a maquiagem toda noite e usar protetor solar com fator acima do FPS 30 é essencial. “Evitar ácidos e produtos com álcool também é indicado, já que essas substâncias podem ser vasodilatadoras e irritantes”, explica a dermatologista Samantha Enande, de São Paulo. A ingestão de algumas comidas e bebidas como chá verde, café, bebidas alcoólicas, alimentos muito condimentados ou lavar o rosto com água muito quente ou muito fria pode piorar o rubor.

 

Tratamentos de consultório

A rotina de cuidados já alivia os sintomas, mas nos casos mais intensos ou quando há dor é possível apelar para o uso de antibióticos e até do laser de luz pulsada. “A luz intensa pulsada ajuda a minimizar o diâmetro dos vazinhos e reduz a vasodilatação, mas o tratamento não é definitivo. Deve ser feito, em média, de 4 a 6 sessões, 1 vez por ano”, explica a dermatologista Daniela Schmidt Pimentel, de São Paulo.

Continua após a publicidade

 

Como sei se é rosácea ou pele sensível?

Como as duas causam vermelhidão e ardência, é comum confundi-las. “Na pele sensível o rosto fica vermelho como um todo, inclusive na testa e queixo, e a cor não é uniforme”, explica Samantha. Aqui, o tratamento é mais simples, trocar a marca dos cosméticos ou optar por versões mais suaves deve resolver o problema.

 

Produtos:

Rosácea: saiba o que é e como cuidar

Foto: divulgação

 

1. Demaquilante para peles sensíveis ou sensibilizadas Toleriane, La Roche-Posay, R$ 59,90*

2. Pó compacto Redness Solutions Instant Relief Mineral, Clinique, R$ 199*

3. Creme Hidratante Roséliane Anti Vermelhidao, Uriage, R$ 143*

4. Protetor Solar Fps 50+ Loção Mineral, Avène, R$ 89,63*

 

*Preços pesquisados em setembro/2014

Continua após a publicidade
Publicidade