Clique e assine com até 75% de desconto

Os melhores hábitos para cuidar da pele oleosa, por pessoas de pele oleosa

Conversamos com seis mulheres de pele oleosa - e zero neuras - e contamos tudo o que está por trás de suas rotinas básicas de skincare.

Por Ketlyn Araujo Atualizado em 16 jan 2020, 08h35 - Publicado em 28 set 2018, 11h04

Uma pesquisa recente comprovou que, em comparação às de outros países, a população brasileira é uma das mais interessadas em temas relacionados ao universo da beleza, como cabelos, maquiagem e cuidados com a pele. Outro fato comprovado, por falar em skincare, é o de que, por aqui, em terras tropicais – de estações menos definidas e calor na maior parte do ano -, muita gente sofre também com a oleosidade – mas não sabe nem por onde começar a tratar uma pele majoritarimente oleosa.

A verdade é que as possibilidades são diversas, e nada como uma consulta com um dermatologista para entender quais as necessidades e tratamentos para a pele mais indicados quando se deseja combater oleosidade e, muitas vezes, a acne.

Mesmo assim, é sempre interessante ouvir a opinião de quem sofria com o problema e, apesar das dificuldades, encontrou maneiras práticas de solucioná-lo. Pensando nisso, batemos um papo com seis diferentes mulheres, todas elas de pele oleosa, para descobrir e revelar os segredos e truques envolvidos em suas rotinas diárias de cuidados.

Ieska Tubaldini Labão, 28 anos

A rotina de cuidados da Ieska não tem muito segredo: ela começa lavando o rosto com um sabonete específico para bebês, que é menos agressivo que os convencionais e, muitas vezes, contribui para uma melhora no aspecto de peles sensíveis. Dia sim, dia não, para potencializar a higienização, ela aplica um tônico feito para peles oleosas, sempre antes de dormir – segundo ela, o tônico foi o único produto capaz de salvar sua pele.

E se ela tivesse que nos dar um último conselho, bem basiquinho? Seria esse:

“Lavar [o rosto] com água fria, sempre! Água quente intensifica a oleosidade”, diz.

Roberta Matos, 29 anos

Já a Roberta, que além de fã de skincare é blogueira no Casos de Bethyca, revelou para nós que, na hora de cuidar da pele, prefere mesmo apostar em ingredientes naturais e, também, naqueles que não tenham fórmula oleosa.

Ela aposta no sabonete antibacteriano, com o qual lava o rosto diariamente (de manhã e à noite). Esfoliações também entram na rotina, três vezes por semana, bem como a misturinha de argila em pó + soro fisiológico que, segundo ela, regulam a oleosidade natural da pele, e podem ser aplicados de uma a duas vezes na semana. Para completar, protetor solar todos os dias, pela manhã, sérun e creme hidratante, com essa mesma frequência, antes de dormir.

“Uma vez por semana eu faço um ‘spa’ em casa, e alterno o uso de máscaras faciais. Parece muita coisa, mas eu procuro seguir um ‘cronograma da pele’. Evito, também, passar a mão no rosto!”, assume.

Isabela Borrelli, 24 anos

Antes de partir para uma rotina de skincare, a Isabela fez o “básico”: procurou por um dermatologista e passou a se consultar periodicamente com ele. Ela conta que, por não tomar pílula anticoncepcional, os efeitos em sua pele são, além da oleosidade intensificada, a acne adulta.

Continua após a publicidade

Assim como a maioria, Isa também tem o hábito de lavar o rosto duas vezes ao dia, sempre com um sabonete para pele oleosa, indicado pelo médico. Além da limpeza, ela aposta no protetor solar, com fator de proteção 30:

“Meu médico explicou que, se eu escolhesse um protetor muito mais ‘forte’ do que isso [ou seja, com FPS maior do que 30], ele provavelmente seria muito ‘pesado’ para a minha pele, e isso faria com que ela ficasse, provavelmente, ainda mais oleosa”, explica ela. Outra dica é, durante a maquiagem, evitar bases de alta cobertura, preferindo aquelas com textura mais leve e natural, ou então só a aplicação de um pó compacto, apenas para corrigir as diferenças naturais de tonalidade da pele.

“Uma coisa legal para pele oleosa, e que eu acho que ainda é um tabu, é usar hidratante. Tem muita gente de pele oleosa que acha que hidratante é ruim, que a pele só fica com uma sensação boa quando está sequinha. Só que, se você lava o rosto e não hidrata,  a pele sente que precisa produzir ainda mais óleo do que o normal, para repor essa secura. Então, eu acho que é sempre bom passar um hidratante depois de lavar o rosto, mas ele tem que ser específico para pele oleosa”, finaliza.

Pâmela Moretti, 29 anos

Para Pâmela, que diz ter a pele oleosa ao extremo, o que mais incomoda são os poros dilatados, exatamente por conta dessa oleosidade excessiva. Em vez de lavar o rosto várias vezes ao dia – o que comprovadamente piora o aspecto oleoso – ela costuma tirar o excesso de brilho com auxílio de um papel toalha (quando está fora de casa), e faz, no máximo, duas higienizações diárias, lançando mão de um sabonete líquido, específico para seu tipo de pele.

“Para fechar os poros dilatados e melhorar um pouco o aspecto da pele eu uso soro fisiológico gelado. Isso tem me ajudado muito!”, sugere.

Daniela Carvalho, 22 anos

A Daniela entrou no mundo do skincare há apenas dois meses, mas mesmo assim já consegue perceber uma boa melhora no aspecto da pele oleosa. A rotina dela não é nada complexa, mas sim, completa: “De manhã, lavo com sabonete para peles oleosas, aplico um tônico, vitamina C, um sérun clareador, um redutor de poros e finalizo com o protetor solar”, descreve.

Assim como Pâmela, Dani também é fã das máscaras faciais – ela as usa três vezes por semana, e alterna entre máscaras de argila e de lama. Já o ritual noturno engloba, além da limpeza, da aplicação de vitamina C, do tônico facial e do sérun, já citados, os lencinhos adstringentes, que potencializam a ‘faxina’ da cútis.

Stella Demucio da Silva, 21 anos

Foi o último verão que fez com que a Stella mudasse seus hábitos de skincare. Ela conta que, na época (dezembro passado, para sermos mais específicas), sentiu sua pele “pingando oleosidade, muito mais do que o normal”. A partir daí, iniciou uma pesquisa de produtos para pele oleosa, e foi investindo neles aos pouquinhos.

Stella começa a rotina da manhã lavando o rosto com sabonete próprio. Depois, aplica água micelar, hidratante para pele oleosa e filtro solar – confessando que, no início, achava que o protetor deixaria sua pele ainda mais oleosa, mas hoje ele é seu item de beleza indispensável.

Antes de dormir o processo é parecido e envolve lavar o rosto com auxílio de uma escovinha de limpeza para pele, tônico facial e, de novo, o creme hidratante.

“Nesse tempo eu fui encontrando produtos que se adaptam melhor à minha pele, mas estou sempre testando coisas novas. Acho, também, que é essencial tirar um dia da semana para se cuidar mesmo, fazer máscaras faciais e tudo mais”, finaliza.

Continua após a publicidade
Publicidade