Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Como praticar o autocuidado durante a quarentena

Tire algumas horinhas do seu dia para cuidar da pele, cabelo e da mente e torne os dias em casa mais tranquilos

Por Colaborou: Maria Clara Serpa - 7 abr 2020, 10h15

Se você tem o privilégio de estar praticando o distanciamento social, possivelmente está tendo mais tempo livre no seu dia a dia. Então, por que não aproveitar os dias em casa para cuidar de você? Além de ser um passatempo, as rotinas de autocuidado também comprovadamente ajudam na autoestima e na saúde mental durante a quarentena. “Autocuidado não depende só de ‘produtos’, pode também ser tomar um café da manhã mais reforçado, se permitir dormir mais uma hora, acordar mais cedo no sábado para fazer exercício. Pode ser cuidar da mente ou do corpo. Ou os dois. Não tem regra, é uma escolha pessoa”, explica a curadora de bem-estar e expert em slow beauty Marcela Rodrigues, criadora do Instagram A Naturalíssima.

Selecionamos algumas dicas de cuidados simples e eficazes para a pele e os cabelos para você testar, além de claro, pequenos hábitos para adotar e cuidar de si também por dentro nesses dias. Confira:

Pele

Mesmo quem costuma ter uma rotina de skincare todos os dias, muitas vezes se esquece de alguns cuidados que devem ser feitos com menos frequência. A esfoliação, por exemplo, é um deles. “A esfoliação é fundamental pois estimula a renovação celular e melhora a textura da pele, além de retirar o excesso de sebo acumulado nos poros, ajudando a proteger a pele de cravos e espinhas, e potencializar a capacidade de absorção dos cosméticos pela pele, deixando-a preparada para o uso de cremes”, explica a dermatologista Paola Pomerantzeff.

Depois da esfoliação, que deve ser feita mais ou menos uma vez por semana, aproveite para aplicar uma máscara facial, que intensifica o cuidado com a pele. “O uso semanal de máscaras também é interessante, pois, além de possuírem as mais diversas finalidades, as máscaras têm vantagem sobre os cremes, visto que suas fórmulas são mais concentradas e seus princípios ativos estão em concentrações maiores. Além disso, as máscaras permanecem em contato com a pele por um tempo maior do que os cremes, o que potencializa sua ação”, continua. Na hora de retirar a máscara, aproveite para massagear a pele com movimentos de dentro para fora e de baixo para cima, o que também pode ajudar no alívio da tensão.

Apesar de várias opções de produtos no mercado, você também pode optar por criar seus próprios rituais caseiros, porém, tome muito cuidado com os ingredientes utilizados porque eles podem causar alergia e irritação, especialmente nas peles mais sensíveis. A misturinha de bicarbonato e mel é uma ótima opção para remover as células mortas da pele sem ser agressivo como o açúcar, por exemplo. Nesses dias, tenha atenção redobrada no protetor solar, que deve ser aplicado mesmo dentro de casa.

No Instagram, Marcela ensina diversas receitas caseiras de máscaras faciais. Uma das mais fáceis é a Máscara de banana, que mistura meia fruta com duas colheres de aveia em flocos e uma colher de chá de mel para uma pele nutrida. Depois de 10 minutos, é só remover a mistura com água.

View this post on Instagram

série #skinfoodlover #anaturalissimadiy receita 5 / / no meio do caos, das angústias e da indignação dos tempos endurecidos é preciso se cuidar. é pelo cultivo da força, de conexão de matéria (o corpo, a estética) com a alma. Cultive auto-gentileza, não deixe a culpa de se sentir fútil te interromper. Vc se enraíza, se fortalece, e cuida melhor de qualquer coisa além de você nesses tempos duros. ninguém inventou isso essa história de que, quando somos melhores pra nós mesmxs somos melhores pro mundo. Assim é, . .⚡️Então nesse domingo voltamos com a série #skinfoodlovers, parceria @anaturalissima (receita) + _legumina (produção e foto) como sugestão de ritual simples, acessível, empoderador. A medicina da natureza (aqui, aquela da fruteira rs) é assim: você acha q esta só no skincare, mas tá é nutrindo a alma. . . 🍌🍯Receita // Máscara de banana . Função: a aveia é um esfoliante suave. O mel (antibacteriano) ou o melado (para uma versão vegana), além de dar aderência, também tem nutre a pele. . . Ingredientes// 2 colheres de sopa de aveia em flocos 1 colher de chá de mel ou a metade de melado de cana 1/2 banana madura . Modo de fazer// Amasse a banana com um garfo até formar uma papinha. Adicione a aveia e o mel/melado. Misture bem até formar uma pasta homogênea. Resista, e não coma 😆Aplique na pele e deixe agir por 10 ou 15 minutos minutos. Enxague com água corrente. Pra finalizar, borrife chá de camomila gelado! Ou simplesmente deixe os poros respirarem fresquinhos… . Edit// uma seguidora atenta lembrou de algo q já falei aqui: tira o excesso com uma espátula ou papel e descarta no lixo. Depois, lava na pia! Assim não tem risco de entupir. . . #anaturalissima #belezaholistica #legumina #slowbeauty #autocuidado

A post shared by por marcela rodrigues 👁🌙 (@anaturalissima) on

Cabelo

Faz tempo que você também não faz uma hidratação mais potente nos cabelos? Então também vale a pena aproveitar o período de reclusão para nutrir os fios. “Como estamos entrando na época mais fria do ano, vale a pena apostar em uma máscara com efeito nutritivo, que pode conter na composição ingredientes derivados de vegetais como a Manteiga de Karité, Manteiga de Cacau, Manteiga de Oliva, Óleo de Algodão, Óleo de jojoba), com ativos que repõem os nutrientes necessários para manter os cabelos nutridos e bonitos”, diz a dermatologista Kédima Nassif.

Continua após a publicidade

Se quiser testar uma hidratação caseira, experimente a umectação com óleo de coco, que nutre profundamente os fios. Aplique o óleo puro em todo o comprimento do cabelo seco e deixe agir durante algumas horas, enquanto cuida de seus outros afazeres, ou até durante a noite. Depois, é só lavar bem para garantir que todo o óleo saia. A misturinha de abacate com azeite ou óleo de coco também é uma ótima opção para nutrir o cabelo de forma natural, segundo Marcela. Misture 2 fatias da fruta com 1 colher de sopa do óleo e aplique de dois dedos da raiz até as pontas e deixe agir por uma hora.

Mente

A aromaterapia é uma ótima maneira de ajudar na saúde mental e no estresse e, consequentemente, na imunidade. “Por ser uma medicina da natureza, entra como uma ferramenta a mais, potencializando essa autonomia de se cuidar, justamente porque tem uma ação no físico e no emocional. Por isso, eu costumo dizer que o autocuidado passa pelo autoconhecimento. Assim, não há marca, mídia ou amiga que precise indicar o melhor ritual de autocuidado. A gente mesmo, sabendo de conhecer  e se perceber, vai entender o que é preciso em cada momento”, explica Marcela. 

É importante ressaltar que, por serem muito concentrados, os óleos essenciais não devem ser aplicados direto na pele. Para a aplicação, é necessário usar um veículo carregador, que pode ser um óleo vegetal, mas a inalação é a maneira mais prática de usar em casa. Para isso, basta pingar algumas gotas em um difusor. Marcela listou alguns de seus OE favoritos, cada um com sua função específica, que, com certeza, serão bem-vindos nos dias mais tensos da quarentena.

Lavanda: além do poder calmante e equilibrador do sistema nervoso, esse óleo também atua no sistema respiratório com descongestionante e antiviral. Além de no difusor, você pode aplicar algumas gotas do óleo no travesseiro.

Laranja-doce: “É meu preferido para momentos de melancolia, porque acalma sem deixar sonolento e alegra sem agitar”, explica a expert. É um óleo que acalma, reduz a ansiedade e ajudar a renovar a energia.

Ylang-ylang: em momentos de falta de vitalidade, entusiamo e até libido, o óleo de ylang-ylang é uma boa pedida por ser um afrodisíaco natural. Serve não só para a vida sexual, mas pela falta de entusiamo na vida em geral. “O aroma sensual por si só já ajuda na autoestima e na libido”, diz Marcela.

Gerânio: conhecido como OE do feminino, ajuda nos sintomas da TPM e menopausa e na conexão com o feminino. É uma ótima opção para colocar no difusor nos momentos de ritual de beleza, por exemplo.

Olíbano: ajuda na conexão espiritual e em momentos de meditação e relaxamento, muito importantes nesse período. “É bem conhecido por sua relação e conexão com o divino, então ajuda a ancorar na meditação”, explica.

Outras práticas

Marcela ressalta também a importância de outros hábitos nos dias de isolamento. “Eu acho a automassagem essencial porque retoma o hábito de se tocar, conecta o corpo e mente, traz consciência corporal”, diz. Além de cremes, podemos incluir também os óleos essenciais dissolvidos em óleos vegetais para aproveitar suas propriedades. A meditação também é importante por ser um momento real de relaxamento e de fazer uma “higiene mental”.

Outro hábito bem relaxante é o banho com ervas. “A água, por si só já limpa, energiza e relaxa. Quando colocamos algumas flores e ervas, sem nem pensar muito em receitas, e uma playlist bacana, transformamos um simples hábito em um ritual de bem-estar. Costumo sempre trazer algo especial para todos os meus banhos noturno”, finaliza Marcela.

Continua após a publicidade
Publicidade