Quero trabalhar em casa, mas será que vou sentir falta do escritório?

Nossa colunista Cynthia de Almeida responde a dúvida da leitora que quer as vantagens do home office, mas acha que vai sentir falta do contato com os colegas

Tenho vontade de trabalhar em casa e acho que vou ganhar muito tempo para mim e qualidade de vida longe do trânsito. Mas, às vezes, acho que vou sentir falta dos colegas, das conversas…

Existem muitas vantagens em se trabalhar de casa e, principalmente nas congestionadas cidades brasileiras, essa é uma solução que vai ser cada vez mais implantada, parcial ou integralmente em todas as atividades possíveis. No entanto, sua dúvida faz todo o sentido. Quando fazemos a opção pelo home-office, nossa tendência é olhar para os aspectos positivos (que são muitos) e não parar para avaliar o que se perde. Sim, você vai sentir falta do ambiente de trabalho. Nosso cérebro incorpora ritos diários dos quais não nos damos conta até que eles sumam da nossa rotina. Isso inclui o trajeto (que pode ser agradável ou infernal), a chegada à empresa, quem se cumprimenta (ou não) no caminho, as roupas que você e os outros vestem, os aromas e ruídos no ar. Isso vai sair da sua vida quando você trabalhar em casa. Você vai incorporar outros hábitos, claro, que podem ser (geralmente são) mais agradáveis, mas seu condicionamento mental demora a identificar “o que está faltando mesmo?”. Apesar das eventuais perdas, há muitas compensações e o importante é analisar os dois lados. Saber se você gosta mais da liberdade e do controle total dos seus horários (e principalmente se consegue administrar a angústia de ser dono do seu tempo). Ou se é mais gregário e prefere ter sempre com quem comentar o episódio de ontem do seriado da TV. Mesmo que a decisão seja por trabalhar de casa, tem algumas coisas importantes que você pode fazer para evitar a sensação isolamento e preservar a riqueza do convívio fora das telas. Encontros presenciais são fundamentais, sejam com seu próprio time, com clientes, com quem for. Reserve tempo na agenda para almoçar ou tomar um café semanalmente. Se puder ter um dia ou uma tarde inteira para conversar sobre o trabalho fora do home-office, isso vai virar uma forma poderosa de ter um pouco  dos dois mundos. Lembre-se de que em qualquer das alternativas, há um preço a pagar e se você entender qual é, fica mais leve e barato.

Cynthia de Almeida é colunista de CLAUDIA e escreve aqui no site toda terça-feira. Mande sua dúvida para ela!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s