O top ideal para cada exercício físico

Na hora de comprar o top para ir à academia ou praticar alguma atividade física, é preciso considerar o conforto, tecido e modelo indicado para seus seios. Conversamos com especialistas que dão dicas de como fazer a escolha certeira de acordo com o seu corpo.

Estruturado, com lycra, decote nas costas… São tantos modelos de tops nas lojas, que fica difícil escolher qual comprar para ir à academia ou praticar algum exercício físico específico. Sem contar a variedade de estampas e tecidos. Muitas vezes, as mulheres acabam se esquecendo da funcionalidade da peça e optam por aquele que acham mais bonito. O que é um grande erro! Para cada atividade física que será realizada (com maior ou menor impacto), há uma indicação específica. Além disso, é preciso levar em consideração as dimensões do corpo e, principalmente, o tamanho dos seios.

De acordo com o fisioterapeuta Marcel Sera, durante uma atividade física os seios naturalmente oscilam, gerando alterações no centro de massa da mulher. Essas alterações exigem mais força e controle muscular para que a pessoa se mantenha em equilíbrio. “Quanto maiores forem as oscilações, maior será a exigência muscular do corpo. Da mesma forma, quanto menor o seio, mais leve e mais fácil será para equilibrá-lo”, ele explica. O uso do top deve garantir a sustentação dos seios. Desta maneira, mamas maiores precisam de mais fixação que as menores, para evitar sobrecargas musculares desnecessárias. “A indicação é que mulheres de seios grandes optem por tops que os deixem o mais firmes possível, de forma a reduzir o volume, mantendo-os o mais próximo do corpo (até o limite do conforto). Se apertar demais, ficará desconfortável por conta da pressão na pele, ou mesmo por outros motivos, como dores no pescoço, dificuldades para respirar ou movimentar os braços”.

A sustentação dos seios deve, inclusive, ser vista como uma prevenção de lesões. Quanto maior a mama, mais peso pra frente será gerado durante o exercício, fazendo com que a mulher tenda a se curvar. Com isso, na tentativa de manter o alinhamento, ela concentrará a força nas costas. O resultado será uma tensão aumentada nos ombros, pescoço e coluna. “Quando se utiliza o top adequado, o volume das mamas é comprimido, reduzindo a alavanca que os seios geram para frente”, explica.

O top ideal deve ter uma modelagem que encaixa a mama. É preciso que a peça tenha elasticidade e que as laterais se ajustem ao corpo. O elástico que fica abaixo do busto não pode ser muito apertado a ponto de machucar a pele. A modelagem nas costas também deve ser ampla, porque os músculos ali localizados são de extrema importância na sustentação dos seios durante o movimento. “Quanto mais largas forem as alças, mais confortável será para a mulher, pois a pressão acaba sendo mais bem distribuída na pele”, afirma Sera.

Mulheres que usam próteses no seios também precisam prestar atenção na hora da compra. O silicone possui uma textura diferente do seio natural, fazendo com que ele balance  menos. Esta redução na oscilação permite que a sustentação necessária seja menos firme, para gerar o mesmo resultado (em termos de esforços musculares e compensações no corpo) quando comparado aos seios naturais. Para elas, o top pode ser mais maleável, sem tanta compressão. 

Outro ponto importante a ser considerado é o tecido. A peça precisa ter um painel de ventilação entre os seios e embaixo deles. Os  tops  feitos com  tecidos  como  lycra  ou  supplex sãos os mais recomedados, pois  garantem  uma  melhor  troca  de  calor. “Não é indicado usar tecidos sintéticos. Quanto mais natural for o tecido, melhor”, explica a dermatologista Mônica Aribi. Outra dica é evitar materiais como algodão e lã. Por serem mais grossos e prenderem o suor, eles podem causar problemas à pele.”Evite também usar cremes antes dos exercícios, pois eles fazem a pele roçar mais, aumentando o atrito”, complementa Mônica. E fuja dos modelos com bojo, que criam um obstáculo à própria pele, comprometendo a troca de calor e podem machucar os mamilos.

Lembrete: use e abuse do provador da loja. Experimente o top, pule, simule os exercícios que você faz na academia. Só assim você poderá sentir no corpo se o modelo realmente é o ideal para você.

Confira na nossa galeria alguns modelos e descubra qual é o mais indicado para a atividade física que você pratica: