CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Vitória Gabrielly: casal é preso suspeito de envolvimento em assassinato

Menina de 12 anos foi encontrada morta ao lado dos seus patins

Por Da Redação 29 jun 2018, 12h00

Um homem e uma mulher suspeitos de envolvimento na morte da menina Vitória Gabrielly, 12 anos, foram detidos na manhã desta sexta-feira (29) em Mairinque (SP). Horas antes, o terceiro suspeito do crime foi indiciado por homicídio doloso. A identidade dos suspeitos não foi divulgada e eles apresentaram álibis controversos sobre o dia e o horário do crime.

Nesta quinta-feira (28), o servente de pedreiro Julio César Lima, de 24 anos, foi indiciado por homicídio doloso. Ele nega ter participado do crime, mas afirma que esteve com um casal que levou a menina de carro no dia em que ela teria sido assassinada.

Vitória desapareceu no último dia 8 de junho, depois de sair de casa para andar de patins, em Araçariguama, interior de São Paulo. O corpo foi encontrado oito dias depois, em uma mata. A polícia ainda investiga as motivações para o crime.

TENTATIVA DE DEFESA

O laudo oficial do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que Vitória Gabrielly tentou se defender e lutou contra o seu assassino antes de morrer. O laudo revela ainda que Vitória sofreu uma “morte violenta, por asfixia mecânica por estrangulamento e meio cruel”.

No documento, o estrangulamento é caracterizado pela presença de lesões internas na musculatura cervical e pela cianose nas extremidades do corpo de Vitória. Os peritos relatam ainda que foram identificadas “lesões de defesa e marcas de contenção”, caracterizadas pelas marcas roxas nos antebraços. O laudo sugere que a menina foi contida por algum instrumento contundente.

Leia também: William Bonner deixa Renata Vasconcellos constrangida

+ Fotógrafo renomado é acusado de estupro 

Continua após a publicidade
Publicidade