Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Após time contratar goleiro Bruno, técnica se demite

Rose Costa treinava a equipe feminina do Rio Branco Football Club

Por Da Redação - 28 jul 2020, 21h35

O time de futebol Rio Branco, do Acre, anunciou no domingo (26) a contratação de Bruno Fernandes, mandante do assassinato da modelo Eliza Samudio, em 2010, com quem teve um filho. A chegada do goleiro, condenado por homicídio triplamente qualificado, à equipe gerou respostas de desaprovação. Rose Costa, técnica do time feminino e contratada no início do ano, pediu demissão do Rio Branco nesta terça-feira (28). A informação foi divulgada em sua rede social.

“Não questiono e nem tampouco julgo suas decisões, mas preciso respeitar a minha história e minhas crenças de que educamos pelo exemplo, e no esporte de rendimento, atletas são figuras públicas, e socializam e influenciam comportamentos, e meu humilde entendimento é que essa oportunidade dada ao Goleiro Bruno, em nossa amada equipe, legitima a ineficiência das leis em nosso país, socializa ainda mais a impunidade aos feminicidas e por fim, macula a imagem de nossa equipe, pois o crime orquestrado por ele é reconhecidamente hediondo, e isso não deve ser personificado na função de atleta de rendimento do nosso clube que tem uma história linda na construção de grandes atletas que são espelhos para toda a nossa juventude e sociedade. Entendam: NUNCA FOI E NUNCA SERÁ SÓ FUTEBOL!!”, escreveu na publicação.

Além da saída de técnica, o time também perdeu seu único patrocinador, segundo informações do site Notícia da Hora. Entretanto, o dono da rede de supermercados, Adem Araújo, disse ao Globo Esporte que a decisão foi pela repercussão e não pela gravidade do crime em si. “Embora não vejo motivo para tanta repercussão negativa. É um ser humano que merece uma segunda chance como qualquer outro, mas infelizmente, como nós somos comerciantes, a gente não pode ir contra a opinião pública”, revelou ao veículo.

continua sofrendo consequências negativas do anúncio da contratação do goleiro Bruno Fernandes, ex-Flamengo. Depois de perder o único patrocínio que tinha na temporada, nesta segunda-feira, o clube agora está sem treinadora da equipe feminina de futebol. Na manhã desta terça (28), a técnica Rose Costa, escolhida no início do ano para comandar a equipe alvirrubra na volta aos gramados após três temporadas, anunciou o desligamento do clube em texto publicado em uma rede social.

Continua após a publicidade

Tanto em relação ao pedido de demissão de Rose como na saída do patrocinador, o presidente Valdemar Neto mantem certeza na sua escolha, desmerecendo a importância dos que saíram. No vídeo com o anúncio da chegada de Bruno ao time, há aproximadamente 4 mil comentários, sendo que a maioria é de desaprovação da contratação. Internautas escrevem “não aos apoiadores de feminicídio”.

Publicidade