Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Quino, cartunista criador da Mafalda, morre aos 88 anos

A informação foi confirmada pelo perfil oficial de Mafalda nas redes sociais. A causa da morte ainda não foi divulgada

Por Da Redação Atualizado em 30 set 2020, 13h08 - Publicado em 30 set 2020, 12h43

O cartunista argentino Quino, conhecido por criar as histórias em quadrinhos da Mafalda, morreu aos 88 anos. A informação foi confirmada pelo perfil oficial de Mafalda no Twitter.

“Familiares e amigos, informamos que nesta manhã faleceu nosso querido mestre, Quino”, escreveu.

Continua após a publicidade

Joaquín Salvador Lavado foi o criador das histórias em quadrinhos mais traduzidas da língua espanhola, trazendo como personagem principal a esperta Mafalda, que brinca com metáforas sobre problemas sociopolíticos.

O cartunista nasceu em 1932, em Mendonza, na Argentina, onde voltou a morar desde 2017, após a morte de Alicia Colombo, sua mulher. Seu desejo de trabalhar com cartoons nasceu quando ainda era criança, quando um tio, designer gráfico, começou a fazer desenhos para entreter ele e seus irmãos. Mais tarde, ele estudou Belas Artes na Universidade de Cuyo, maior centro de educação superior na província onde morava.

Quino criou Mafalda em seu primeiro emprego como desenhista publicitário, em 1962. A ideia era a garotinha ser personagem de uma peça de propaganda, mas foi rejeitada por jornais na época. Em 1964, o autor retomou a personagem, inserindo-a em tirinhas que não seriam mais comerciais.

As histórias de Mafalda foram publicadas em jornais no mundo inteiro e os livros da personagem foram traduzidos para mais de 30 idiomas.

  • ‘O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

    Continua após a publicidade
    Publicidade