Polícia encontra 39 corpos em caminhão ao leste de Londres

O motorista do veículo foi preso por suspeita de assassinato

A polícia britânica encontrou 39 corpos dentro de um caminhão refrigerado em uma propriedade industrial na região de Essex, cerca de 30 km ao leste de Londres, na madrugada dessa quarta-feira (23). O motorista do veículo foi preso por suspeita de assassinato de 38 adultos e um adolescente. Até o momento não há mais informações sobre a identificação das vítimas.

A polícia de Essex, responsável pelas investigações, ainda não sabe se o caso se trata de imigração ilegal ou de tráfico humano. Acreditava-se inicialmente que o caminhão, vindo da Bulgária, havia entrado no Reino Unido por Holyhead, uma cidade portuária do País de Gales. No entanto, mais tarde, as autoridades passaram a acreditar na possibilidade de que o veículo chegou de balsa à cidade de Purfleet, no rio Tamisa, vindo de Zeebrugge, na Bélgica.

A Bulgária faz fronteira com a Turquia e é usada frequentemente como rota de imigrantes ilegais e transporte de refugiados de regiões como África, Ásia e Oriente Médio. O Ministério das Relações Exteriores do país informou que o caminhão está registrado no nome de uma empresa cuja dona tem origem irlandesa, ou seja, o motorista do veículo, identificado como Mo Robinson, de 25 anos, não é o dono do caminhão. O homem é funcionário de uma empresa de frete da Irlanda do Norte. Nas redes sociais há várias fotos de Mo com um veículo com as mesmas características do que foi encontrado hoje.

Mo Robinson é funcionário de uma empresa de frete na Irlanda do norte

Mo Robinson é funcionário de uma empresa de frete na Irlanda do norte (Facebook/Reprodução)

Já o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, afirmou ao parlamento que há relatos de que o caminhão havia passado no país. “É uma real e terrível tragédia humana. Abriremos as investigações necessárias se for confirmado que o caminhão de fato passou pela Irlanda”, disse.

Com o crescimento da crise migratória na Europa, muitos migrantes passaram a entrar no Reino Unido escondidos em caminhões ou embarcações que atravessam o Canal da Mancha, o que pode ter acontecido no caso dessa quarta. A Irlanda, que tem fronteira aberta com o Reino Unido, também se tornou uma opção de rota depois do reforço no policiamento na costa do canal.

Leia mais: Professor abraça aluno que entrou armado em escola e evita tragédia

+ Dança como forma de superação

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?