Clique e assine com até 75% de desconto

Pela 1ª vez Rainha Elizabeth usa luvas em evento oficial dentro do palácio

Receio do coronavírus muda hábito de Elizabeth II

Por Ana Claudia Paixão 3 mar 2020, 20h25

Há 68 anos a Rainha Elizabeth faz pessoalmente as investiduras de reconhecimento de personalidades ou heróis britânicos. Nas cerimônias, ela cumprimenta os homenageados, mas hoje (3) um detalhe chamou a atenção de todos. Elizabeth estava de luvas.

@theroyalfamily/Instagram/Reprodução

Aos 93 anos, a Rainha faz parte do grupo de maior risco de infecção do coronavírus e, por recomendação do Governo e também precaução, cobriu suas mãos para evitar o contato direto das mãos. A Rainha nunca foi vista antes de luvas dentro do Palácio e ainda mais longas (para cobrir os punhos). A imagem chamou a atenção.

O Reino Unido hoje tem 51 casos confirmados do vírus. O homenageado, o veterano de guerra Harry Billinge, de 94 anos, estava sem luvas.

View this post on Instagram

The Queen presented Harry Billinge with an MBE today. The D-Day veteran has raised £1 for every British soldier who died at Normandy to help fund a @normandymemorialtrust memorial. Harry was a Sapper with the Royal Engineers, of which The Queen is Colonel-in-Chief. He was just 18 and part of the first wave of troops. . ‘I am choked beyond measure to think I have got an MBE. I don’t deserve it.’ We disagree, Harry.🎖

Continua após a publicidade

A post shared by The Royal Family (@theroyalfamily) on

A imprensa britânica não deixou comparar, sem criticar, que hoje (3) o príncipe Charles (de 76 anos) não mudou nenhum hábito de cumprimentar as pessoas sem luvas.

William e Kate também seguem a vida normalmente sem receio do vírus.

Ian Vogler-Pool/Getty Images/Getty Images

Um dos motivos para que Meghan Markle e príncipe Harry tenham decidido não levar o pequeno Archie para os eventos finais dos dois com a Família Real também é para evitar expor o pequeno de 9 meses a qualquer risco de contaminação. A Rainha ficou triste de não rever o bisneto, mas o motivo para a ausência é nobre.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade