CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Orkut está de volta? Site é reativado e criador promete “algo novo”

Criador não dá datas sobre retorno da plataforma, mas diz que acredita no "poder da conexão para mudar o mundo" e afirma que fãs terão notícias "em breve"

Por Da redação 28 abr 2022, 12h21

Pelo menos uma vez a cada ano surge a mesma história: o Orkut, a rede social que fez sucesso no Brasil dos anos 2000 vai voltar. Até agora, isso não tinha passado de boatos, mas, desta vez, o próprio criador da plataforma, o engenheiro de software Orkut Buyukkoten reativou o site e publicou uma mensagem nostálgica relembrando o lançamento, há 17 anos, da rede social que chegou a ter 300 milhões de usuários antes de ser fechada em 2014. “Acredito que o orkut.com encontrou sua comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar”, diz a mensagem do fundador.

Coincidência ou não, a publicação foi feita após Elon Musk, dono da SpaceX e da Tesla, o homem mais rico do mundo, oficializar a compra do Twitter pelo valor estimado de 44 bilhões de dólares (aproximadamente 214 bilhões de reais). Enquanto alguns internautas celebraram a aquisição, muitos criticaram a compra, argumentando que representa uma ameaça à liberdade de expressão no ambiente digital. Outros, inclusive, chegaram a pedir a volta do Orkut para “salvar” a internet.

Mensagem de Orkut Buyukkokten, criador da plataforma.
Mensagem de Orkut Buyukkokten, criador da plataforma. Orkut/Reprodução

Apesar de não citar Musk ou a compra do Twitter, Orkut Buyukkoten criticou o modelo de funcionamento das redes sociais hoje em dia, principalmente a circulação de mensagens de ódio, desinformação e a venda de dados pessoais dos usuários. “Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade”, escreveu.

O criador da plataforma ressaltou ainda que sua equipe sempre trabalhou “muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados”. “O mundo precisa de gentileza agora mais do que nunca”, acrescentou.

E, se bem não mencionou datas ou detalhes do que pretende fazer, ele se despediu garantindo que “está construindo algo novo”.

Leia a íntegra da mensagem de reativação do Orkut:

Olá. Sou o Orkut. 17 anos atrás eu criei uma pequena rede social enquanto eu trabalhava no Google como engenheiro de software. Em apenas alguns anos, essa rede social se tornou o orkut.com com mais de 300 milhões de usuários.

Continua após a publicidade

Acredito que o orkut.com encontrou sua comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados. Nos dedicamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus mesmos interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram em suas fotos.

O mundo precisa de gentileza agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e bem escassas. Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida para ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas.

Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser o seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões duradouras. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração.

Eu sou uma pessoa otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo vocês em breve!

 

Continua após a publicidade

Publicidade