CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Elon Musk comprou o Twitter: o que muda na prática?

O homem mais rico do mundo adquiriu a rede social por 44 bilhões de dólares, algo equivalente a R$ 215 bilhões

Por Kalel Adolfo 25 abr 2022, 19h30

Após fortes rumores nos últimos dias, Elon Musk confirmou a compra do Twitter por 44 bilhões de dólares (algo em torno de R$ 215 bilhões). Com isso, a rede social passa a ser uma companhia de capital fechado. Na prática, isso significa que não será mais possível comprar as ações da empresa na bolsa.

A negociação ainda está em fase de conclusão, e precisa de aprovação formal dos órgãos regulatórios e dos acionistas da companhia. “Quero tornar o Twitter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando bots de spam e autenticando todos os humanos. O Twitter tem um enorme potencial, e eu estou ansioso para trabalhar ao lado da empresa para desbloqueá-lo”, declarou em sua conta. Confira:

O que muda para os usuários?

Musk já compartilhou alguns de seus planos para o Twitter, e claro, provocou altas discussões nas redes sociais. Um deles é disponibilizar um botão de edição para tuites. Porém, ele não deixou claro se haverá algum sinalizador de que aquela mensagem foi previamente editada.

Continua após a publicidade

Além disso, ele também deseja conceder selos de verificação automáticos para quem realizar uma espécie de assinatura “premium”, o que foi mal visto por grande parte dos usuários. Atualmente, há um processo burocrático para celebridades e marcas que desejem ser “verificados” no Twitter.

E, claro, Musk também revelou que pretende transformar a sede do Twitter em São Francisco em um abrigo para a comunidade sem-teto. O bilionário está consciente da reprovação, e disse esperar que seus “piores críticos” continuem usando a rede social, já que isso significa liberdade de expressão.

 

Elon Musk é uma figura controversa na rede social

Até o momento, Elon Musk acumula mais de 80 milhões de seguidores em seu perfil oficial do Twitter. Contudo, isso não o impediu de escrever uma série de depoimentos escandalosos na rede social. Comentários misteriosos sobre expedições em marte, declarações sobre o seu filho X Æ A-Xii, ataques à criptomoedas, como as bitcoins, e até um recente confronto com o presidente Vladimir Putin movimentaram a plataforma nos últimos meses. O que será que vem por aí?

Continua após a publicidade

Publicidade