Jornalista se demite por discriminação salarial de gênero

"Os dados mostram uma indefensável brecha salarial entre homens e mulheres que fazem o mesmo trabalho", disse Carrie Gracie

A jornalista Carrie Gracie anunciou nesta segunda-feira (8) sua demissão da rede BBC pelo atual cenário de discriminação salarial entre homens e mulheres nos meios de comunicação públicos britânicos.

“Os dados mostram uma indefensável brecha salarial entre homens e mulheres que fazem o mesmo trabalho”, disse a agora ex-correspondente da BBC para a China a AFP. De acordo com a agência, dois terços dos trabalhadores em cargos de comunicação da rede pública britânica que ganha mais de R$ 150 mil eram homens.

A demissão de Carrie foi repercutida em seu país de origem e nos noticiários da BBC, que se defendeu das acusações de sua ex-funcionária.

Leia mais: Islândia torna ilegal desigualdade salarial entre gêneros

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s