O processo de Fernanda Lima contra Eduardo Costa pode ter outro desfecho

O Ministério Público do Rio de Janeiro sugeriu uma nova pena ao cantor sertanejo

O Ministério Público do Rio de Janeiro sugeriu uma pena alternativa para Eduardo Costa, sertanejo que foi acusado de injúria, calúnia e difamação pela apresentadora Fernanda Lima. A decisão foi anunciada durante o programa Fofocalizando, do SBT, na última quarta-feira (17).

Na nova pena, o cantor recebeu a proposta de realizar 50 horas de serviço comunitário em um mês, podendo acabar com o processo. Até o momento do programa, a assessoria do artista não sabia sobre o possível acordo.

Leia mais: Marina Ruy Barbosa quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Loreto

Entenda o caso

A confusão ocorreu depois da gravação de um dos episódios de Amor e Sexo, apresentados por Fernanda. Na época, Eduardo contestou um discurso feito pela mulher e criticou sua postura, usando de palavras fortes.

Em resposta, Fernanda publicou um texto nas redes sociais afirmando que processaria o cantor. Ela também queria esclarecer os fatos e evitar a disseminação de fake news com o post.

Veja mais: Rara aparição: Angélica e filha são fotografadas por Luciano Huck

Siga CLAUDIA no Youtube