Kate Middleton fundou sociedade para ‘garotas que bebem’

As sociedades existentes nas universidades mais tradicionais da Inglaterra não permitem a entrada de mulheres

Durante os anos de faculdade, a duquesa Kate Middleton foi um ícone de empoderamento. Segundo o jornal “The Guardian”, Kate fundou uma sociedade para garotas que bebem, já que as sociedades existentes nas universidades mais tradicionais da Inglaterra não permitem a entrada de mulheres.

“Ela cofundou uma sociedade para garotas poderem beber, incomodada que as antigas excluíssem as mulheres, mas ninguém se lembra dela bebendo bastante”, aponta a publicação, que destaca que a igualdade era um tópico de interesse da duquesa.

Este tipo de organização tende a ser discreta sobre suas atividades, então se conhece pouco sobre o envolvimento de Kate. No entanto, é comum que os alunos participantes se vistam de maneira mais sofisticada e se encontrem para aperitivos e drinques. “Foi nesta época em que a autoconfiança de Kate começou a crescer”, explica o jornal britânico.

Leia mais: Kate Middleton tem uma cicatriz perto do rosto e a história era segredo

VOTE no Prêmio CLAUDIA e escolha mulheres que se destacaram