Homem que vazou fotos de Paolla Oliveira pede desculpas

Operador de câmera de 41 anos disse que compartilhou imagens em um grupo de troca de mensagens e que "alguém o prejudicou"

O profissional responsável por vazar imagens em que a atriz Paolla Oliveira aparece nua se desculpou pelo ocorrido. Ela gravava cenas para a minissérie “Assédio”, parceria entre Globo e a produtora O2.

A TV Globo descobriu quem foi o autor do vazamento.

Entrevistado pelo portal R7 o operador de câmera J.W.L.J., que não teve o nome completo divulgado, afirmou que enviou as fotos em um grupo de amigos e que não imaginava que elas seriam publicadas em redes sociais. O homem, que tem 25 anos de profissão, disse estar arrependido.

Por telefone, J. L., como é mais conhecido, com 41 anos, confirmou a autoria das fotos. O homem é operador de câmera e participava da filmagem da cena em que Paolla foi fotografada. Durante a entrevista, J. L. disse: “Eu estou tentando ainda me reerguer dessa história. Imagina para um profissional com 25 anos de profissão ter que lidar com esse tipo de situação nesse momento da vida e ter que recomeçar minha vida toda. Eu pretendo me reerguer, porque eu não fiz por maldade e eu não quero que isso seja exemplo de conduta para ninguém. Eu estou completamente arrependido”.

O autor do vazamento mandou uma carta de desculpas à Paolla: “eu mandei uma carta para a produção executiva do projeto, para eles enviarem para ela, justamente para eu me retratar para ela. A única pessoa com quem eu preciso me retratar é ela, eu não devo explicação para mais ninguém”.

Leia mais: A história real da menina síria de foto viralizada na internet

Quando as imagens vazaram, Paolla publicou sua opinião nas redes sociais e chamou a pessoa que vazou as imagens  de “criminosa”. Disse ainda que não deixaria de acionar as autoridades sobre o crime na internet. A Globo emitiu uma nota de repúdio sobre o acontecimento.

De acordo com o homem que vazou as fotos da atriz, ele ainda não se explicou para polícia e disse que não foi acionado juridicamente.

As fotos foram enviadas para um grupo fechado de amigos de J. L. em um aplicativo de troca de mensagens. Sobre isso, ele diz: “Mesmo eu pedindo para ninguém postar… Era só para mostrar, não era para viralizar. Era um grupo de amigos que tinha um ou outro que eu não conhecia, e provavelmente as pessoas que eu não conhecia passaram para frente e me prejudicaram”.

Veja também: Cecil Thiré sofre de Mal de Parkinson

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s