Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Brett Ratner não está mais envolvido com ‘Mulher Maravilha’

Produtor foi acusado por diversas atrizes de abuso sexual e psicológico

Por Da Redação 16 nov 2017, 12h10

Após ameaçar deixar a franquia Mulher Maravilha caso o produtor Brett Ratner continuasse envolvido com a produção, a atriz Gal Gadot, 32 anos, confirmou que ele não participará mais dos filmes da heroína. Brett foi acusado de assédio e má conduta sexual por atrizes de Hollywood.

Segundo fontes próximas da atriz disseram ao jornal Page Six, ela defende que “um filme pautado no empoderamento feminino não pode ser financiado parcialmente por um homem acusado de má conduta sexual contra as mulheres”.

Leia também: Elenco de ‘One Tree Hill’ acusa o criador Mark Schwahn de assédio

Em entrevista ao programa de televisão norte-americano Today na última quarta-feira (15), a própria Gal confirmou a saída de Brett da produção:

“Então, no fim das contas, muita coisa foi escrita sobre meus pontos de vista e a maneira que eu sinto, e todos sabem o jeito que eu sinto porque não estou escondendo nada. Mas a verdade é que há tantas pessoas envolvidas na realização deste filme, não sou apenas eu, e todos ecoaram os mesmos sentimentos. Você sabe o que eu quero dizer? Todos sabiam o que era o certo, mas não havia nada para eu realmente vir e dizer, porque já havia sido feito antes da divulgação deste artigo, entende?”

Leia mais: Steven Seagal entra pra lista de assediadores de Hollywood

Brett é acusado de má conduta sexual pelas atrizes Olivia Munn, Jamie Ray Newman e Natasha Henstridge, entre outras. Além disso, na semana passada, Ellen Paige disse que ele a foi abusivo e homofóbico com ela no set quando ela tinha apenas 18 anos.

Continua após a publicidade
Publicidade