20 fatos surpreendentes que você não sabia sobre a Princesa Diana

20 anos após sua morte, a trajetória de Lady Di é repleta de fatos instigantes

Há exatos 20 anos, Diana Frances Spencer, conhecida, simplesmente, como Princesa Diana ou Lady Di, morria aos 36 anos, após um acidente de carro em Paris. Primeira esposa do príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, a ‘princesa do povo’ tornou-se conhecida e amada no mundo todo por seus gestos de caridade a amor ao próximo. Ela se empenhou no combate à Aids e fez campanha contra as perigosas minas terrestres.

Assim que sua morte foi noticiada, admiradores do mundo todo se mobilizaram em luto e homenagens. Os portões do palácio de Buckingham, sede do governo britânico, foram tomados de flores e presentes dos que, incrédulos, choravam a morte de Diana. Duas décadas depois, a Princesa de Gales, que seria avó dos pequenos George e Charlotte, continua a encantar e a instigar o mundo.

Leia também: Veja fotos raras do casamento de Princesa Diana com príncipe Charles

Constantemente revisitada, a trajetória de Diana é cheia de detalhes surpreendentes:

1. Estudou em casa durante parte da infância 

Até os 9 anos de idade, Diana foi educada em casa, por um tutor.  Só depois do divórcio dos pais, foi matriculada na Riddlesworth Hall, no condado inglês de Norfolk, onde morava com o pai e três irmãos. Aos 12 anos, entrou em um internato exclusivo, a West Heath School.

2. No colégio, nunca foi boa aluna

(Reprodução/Reprodução)

Lady Di sempre brincava sobre seus fracassos acadêmicos e com o fato de nunca ter sido uma aluna brilhante. Após falhar em dois exames decisivos, deixou a West Heath School. O pai insistiu que ela terminasse os estudos em uma escola sueca, mas ela preferiu voltar para casa.

Leia mais: 20 anos sem a Princesa Diana: saiba quem realmente foi Lady Di

3. Sonhava em ser bailarina clássica

(Reprodução/Reprodução)

Quando criança, queria ser bailarina, mas, por conta da altura (adulta, atingiu 1,78 metro), deixou o sonho de lado. Amante de balé clássico, foi uma grande apoiadora do English National Ballet por toda a vida.

4. Trabalhava com educação infantil 

Ela chegou a trabalhar como babá, instrutora de dança e professora do jardim de infância na Young England School.

Leia também: 6 vezes que a Princesa Diana quebrou os protocolos reais

5. Charles antes saía com sua irmã

(Reprodução/Reprodução)

Passando da ‘idade de casar’, Charles precisava encontrar uma noiva que: não fosse católica, viesse de uma família aristocrática e fosse virgem. Quando ficou noiva, Diana tinha apenas 19 anos. Aos 20, ela se casou com Charles, 12 anos mais velho. Eles haviam se conhecido três anos antes, em novembro de 1977. Antes, ele saía com a irmã dela, Lady Sarah Spencer, que os apresentou.

6. Sua joia de noivado foi ‘simples’

(Reprodução/Reprodução)

No lugar de encomendar um anel de noivado sob medida, Lady Di escolheu o seu em um catálogo da joalheria Garrard. O anel tem uma safira rodeada por 14 diamantes e agora pertence à Kate Middleton, duquesa de Cambridge, que o recebeu em seu noivado com o príncipe William, filho de Diana.

7. Continua a ser recordista de audiência

Seu casamento com príncipe Charles, em 1981, foi transmitido em 74 países e assistido por 750 milhões de pessoas ao redor do mundo. Seu funeral, 16 anos depois, teve audiência de 2,5 bilhões de pessoas. O documentário Diana, Our Mother: Her Life and Legacy, transmitido pela ITV em julho, teve média de 6 milhões de TVs sintonizadas apenas no Reino Unido, o dobro.

Leia também: “Quero deixar minha mãe orgulhosa”, diz príncipe Harry

8. O vestido do seu casamento tornaria-se o modelo do século

(Reprodução/Reprodução)

A cauda do vestido de seu casamento foi a mais longa da história da família real britânica, medindo quase 8 metros. Feito com seis tecidos diferentes, o modelo contava com a aplicação de 10 mil pérolas. Para o grande dia, a Princesa optou por estilistas pouco conhecidos, o casal londrino Elizabeth e David Emanuel, também responsáveis pelo look de seu noivado.

9. Em seus votos, recusou-se a dizer que obedeceria ao marido

Revolucionária, ela alterou os votos matrimoniais da realeza, em que, originalmente, a noiva deveria declarar sempre “obedecer” o marido. Três décadas depois, William e Kate repetiram a mudança.

10. Apoiava uma centena de associações de caridade

(Reprodução/Reprodução)

Diana apoiava mais de cem diferentes instituições, incluindo a International Campaign to Ban Landmines (campanha para banir minas terrestres), que venceu o Prêmio Nobel da Paz alguns meses após sua morte.

Leia também: Estas fotos inéditas da Lady Di com os filhos são de emocionar

11. Vendeu suas roupas para ajudar causas humanitárias

Dois meses antes de sua morte, ela leiloou 79 de seus vestidos, arrecadando milhões em doações para combater a Aids e o câncer de mama. A ideia para a mobilização partiu do príncipe William.

Leia mais: As raras fotos da visita da Princesa Diana e Charles ao Brasil

12. Era amiga das maiores estrelas da época

(Reprodução)

Entre seus amigos próximos, Diana contava com o estilista Gianni Versace e os cantores George Michael, Bryan Adams e Elton John. Esse último apresentou, no funeral da amiga, uma versão da canção Candle in the Wind em homenagem a ela, intitulada Goodbye England’s Rose. A faixa ficou em primeiro lugar nas paradas de sucesso de diversos países, mas Elton John nunca mais voltou a apresentar a música.

13. Sua avó materna era dama de companhia da avó de Charles

Sua avó, Lady Fermoy, foi dama de companhia da Rainha Elizabeth, rainha consorte do Reino Unido de 1936 a 1952 e mãe da Rainha Elizabeth II, atualmente no trono. Comenta-se que as duas incentivaram o casamento dos netos, mas essa versão nunca foi confirmada por Diana.

14. Era grande apreciadora das comidas tradicionais britânicas

Sua sobremesa favorita era pudim de pão, tradicional prato inglês. Seu chef pessoal de longa data, Darren McGrady, contou que a Princesa costumava entrar na cozinha e petiscar enquanto ele preparava a receita.

Leia também: Lady Di e Príncipe Charles x Kate Middleton e Príncipe William: os detalhes dos casamentos reais

15. Tinha um truque impensável para esconder o decote

(Justin GoffUK Press/Getty Images)

Ela raramente era vista sem uma clutch, que carregava próxima ao colo. Além do propósito de carregar pequenos objetos, a Princesa usava a pequena bolsa para esconder seu decote ao sair de veículos e afastar fotos inconvenientes de paparazzis.

16. Carregava um ‘vibrador da sorte’

O guarda-costas Ken Wharfe contou, no livro Diana: O Segredo Mais Bem Guardado, que Lady Di tinha um vibrador que levava para todo o lado. O brinquedo sexual terá sido comprado em Paris, após uma noite “louca”, em 1992. A partir daí, ela nunca mais teria largado o objeto, acreditando que, se ele não estivesse por perto, teria azar.

17. Seu icônico corte de cabelo foi decidido espontaneamente

(Jacqueline Arzt / AP/Reprodução)

Responsável por preparar o cabelo da Princesa para a capa de uma revista britânica em 1990, o cabeleireiro Sam McKnight fez um penteado que imitava o pixie – conhecido como faux pixie – em Diana, que imediatamente se apaixonou pelo corte. “Quando estava indo embora, Diana perguntou o que eu faria com seu cabelo se tivesse liberdade total de escolha. Eu sugeri que ela cortasse curtinho e ela, para minha surpresa, concordou e nós o fizemos bem ali naquele momento”, revela McKnight no livro Hair by Sam McKnight. 

18. Já convidou as crushs da adolescência de William para jantar no palácio

Uma vez, Diana convidou supermodelos para jantar no Palácio de Buckingham ao perceber que o príncipe William, então adolescente, tinha uma paixonite por elas. “Ela organizou, para quando eu chegasse da escola, ter  Cindy Crawford, Christy Turlington e Naomi Campbell esperando por mim no topo da escada”, contou William no documentário Diana, Our Mother: Her Life and Legacy. 

19. Teria uma sobrinha que é a sua cara

Uma das filhas de seu irmão Charles, Lady Kitty Spencer, 26 anos, que apresenta incrível semelhança consigo. A jovem é, inclusive, apelidada em referência à tia.

Leia também: ‘Adoraria ouvir conselhos dela’, diz Príncipe William sobre a mãe

20. Seu túmulo fica em uma ilha bucólica

(Sion Touhig/Getty Images)

A Princesa foi enterrada em uma pequena ilha em Althorp Park, a propriedade de sua família em em Northamptonshire, na Inglaterra.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s