Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

“Quero deixar minha mãe orgulhosa”, diz príncipe Harry

O filho mais novo de Lady Di já está dando continuidade ao legado humanitário da mãe

Por Da Redação 19 dez 2016, 17h58

Lady Di foi tanto um símbolo de beleza quanto um exemplo de bondade. Ligada a causas humanitárias, viajava o mundo para promover a saúde e a educação, além de fazer discursos conciliadores. A “princesa dos pobres” – como foi apelidada pela imprensa e por seus admiradores – também fazia questão de mostrar aos seus filhos a importância de se doar. William (34) e Harry (32) aprenderam a lição e continuam o legado da mãe com iniciativas dentro e fora do Reino Unido. Em 2006, por exemplo, Harry fundou o projeto Sentebale junto com o príncipe Seeiso, do Lesoto, para ajudar crianças e jovens africanos com HIV/AIDS. “Eu queria fazer algo construtivo e deixar minha mãe orgulhosa”, explica ele.

Leia também: 6 vezes que a Princesa Diana quebrou os protocolos reais

No documentário “Príncipe Harry na África”, recentemente televisionado pela TV britânica, Harry conta sobre sua entrega ao trabalho social e a paixão pela África. “No começo eu era apenas o príncipe branco e ruivo que vinha fazer as crianças rirem”, diz sobre as primeiras viagens ao continente africano, ainda adolescente. Mas as intenções do monarca mudaram ao longo dos anos e ele passou a se dedicar à mudar a vida das pessoas que visitava. “Quem quer que você seja, se não puder interferir na política e mudar grandes coisas no mundo então faça o que você pode fazer – seja na sua comunidade, no seu bairro, na sua igreja”, pediu.

Veja também: Príncipe Harry escreve carta de apoio para mãe que perdeu o filho

Continua após a publicidade
Publicidade