Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

A dieta que combina quinua e amaranto

"Emagreci 36 kg com quinua e amaranto. Grãos naturais são ricos em proteínas, matam a fome e aceleram o metabolismo", conta Talitha Rodrigues

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 20 jan 2020, 09h04 - Publicado em 6 abr 2011, 21h00

Talitha foi dos 106 kg aos 70 kg
Foto: Alan Teixeira / Arquivo Pessoal

“Conviver com a obesidade era algo normal na minha vida. Não vou dizer que me acostumei com o excesso de peso. Me incomodava muito! Mas, de fato, já estava habituada a ouvir comentários maldosos sobre a minha imagem. Nem percebia que isso atrapalhava a minha felicidade. Era gorda e ponto final.

Mas ao ler a revista SOUMAISEU! no fim de 2009, vi o depoimento de uma leitora que emagreceu 45 kg. Aquilo me deu um clique: ‘Se ela conseguiu, eu também posso mudar minha realidade. Vou emagrecer!’.

A partir de então, passei a procurar mais depoimentos de mulheres que tiveram sucesso na dieta. Segui à risca as dicas das meninas e adotei uma alimentação magra: nada de pizzas, refrigerantes, frituras e salgadinhos. Decidi ser uma nova mulher!

Tentava me esconder por baixo do cabelo pink

Acima do peso, morria de vergonha de comprar roupa. A resposta da vendedora era humilhante: ‘Não temos números grandes’. Aí, me proibi de passar por esse constrangimento. Fiquei anos sem entrar numa loja. Pedia para uma costureira fazer minhas roupas. Ainda assim, tinha dificuldade para vestir calças jeans. Em um determinado momento, comecei a usar apenas saias. Passei muito frio só para não ter de me enfiar num jeans.

Hoje percebo que criei uma personagem para me defender das ofensas na adolescência. Adotava um estilo “diferentão”, com cabelos curtos e coloridos com tons chocantes, como o pink e o roxo. Foi a forma que encontrei para chamar a atenção para algo que não fosse o meu excesso de gordura. Preferia ser a garota do cabelo bizarro a ser a menina gorda da turma.

Não acreditei na balança: estava com 106 kg!

Durante um mês, segui os blogs de emagrecimento e adotei uma dieta mais leve. Até que resolvi procurar uma nutricionista. Eu precisava de ajuda personalizada! Afinal, era a primeira vez que eu decidia me alimentar de maneira saudável. Na primeira consulta, o baque: 106 kg!

Meu mundo desmoronou. Tinha certeza de que os ponteiros estavam quebrados, pois imaginava pesar uns 80 kg, no máximo! Ali, percebi como me enganei durante todo esse tempo. Ignorei os muitos alertas dos meus pais e do espelho. Sabia que estava gordinha, mas não enxergava o quanto. Perdi a noção.

Continua após a publicidade

A especialista me receitou um cardápio saudável e indicou a quinua, um grão rico em proteínas e fibras que dá saciedade. Depois de seis meses, também incluí o amaranto, outro grão natural, na minha dieta. Misturava os dois cereais e consumia durante as refeições. Percebi que minha fome ficou bem mais controlada ao longo do dia. No total, eliminei 36 kg em um ano e cheguei ao meu peso atual: 70 kg!

Cada quilo perdido foi importante para a recuperação da minha autoestima. Por baixo de tanto peso, existia uma mulher feminina, vaidosa e apaixonada por moda! Aí, me permiti ser a verdadeira Talitha. Deixei os cabelos crescerem e até pintei os fios de loiro! Não preciso mais chocar para chamar a atenção.

A dieta que combina quinua e amaranto

Talitha ficou linda e contou os seus segredos à revista SOUMAISEU!
Foto: Reprodução Revista SOUMAISEU!

Criei um blog para ajudar outras mulheres

Durante meu processo de emagrecimento, me inspirei em outras mulheres para criar um blog (tathaesuavida.blogspot.com). Nele, compartilho minhas dificuldades e conquistas em relação à dieta. Meu objetivo é ajudar outras gordinhas.

Também entrei na academia, para controlar a flacidez. E o melhor é que meu organismo se acostumou à nova rotina. Me alimento a cada três horas e invisto na quinua e no amaranto para manter a dieta firme.

Sofro até hoje quando lembro dos apelidos que tive na escola. Ficava tão brava que corria atrás dos meninos. Agora percebo que, no fundo, queria fugir de mim. Mas tudo isso é passado!

Continua após a publicidade

Magra e poderosa, adoro usar roupas justas, curtas e sem mangas. E finalmente posso ir à praia de biquíni! Agora também uso salto, que valoriza minha feminilidade.

Meu namorado, que acompanhou tudo, reconhece minhas mudanças. Ele demorou para se adaptar à minha nova imagem. Quando me abraça, diz que se surpreende. E morre de ciúme! Com razão: chamo a atenção porque sou uma mulher linda e realizada!”

 

Publicidade