CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Ilze Scamparini revela os bastidores da criação do seu novo livro

Pela perspectiva da sérvia Yana Milinic, Ilze tenta mostrar como foi sentir na pele o conflito entre Kosovo e Iugoslávia

Por Nathalie Silva (colaboradora) 16 nov 2021, 10h29

 Em 37 anos de trabalhando na Rede Globo, Ilze Scamparini  ficou conhecida por grandes coberturas jornalísticas. Ela estava lá no primeiro Rock In Rio, na morte de Tancredo Neves, no lançamento do plano Cruzado, na reabertura do Caso Baumgarten.  Em sua carreira como correspondente na Itália, ela que é paulista natural de Araras, também cobriu a morte do papa João Paulo II, renúncia de Bento XVI e a eleição do papa Francisco.

Veja também: Dificuldade para ler? Confira 5 dicas para recuperar a concentração

Mas, umas das coberturas que mais a marcaram, nessas quase quatro décadas de trabalho, foi a guerra do Kosovo. E é esse violento fato histórico que dá tema ao livro reportagem “Atirem direto no meu coração”, que ela acaba de lançar. Pelos olhos da personagem Yana Milinic, Ilze mostra o que foi o conflito entre Kosovo e Iugoslávia. 

“O livro é resultado de muita pesquisa sim, mas principalmente de um encontro com uma mulher que foi soldada de milícia na guerra do Kosovo. Essa mulher inspirou a minha protagonista, Yana. Eu a entrevistei durante alguns anos. A segunda fase foi transcrever todo o conteúdo. Não foi um processo simples entrevistá-la, porque ela tinha removido muita coisa da memória. Foi preciso muito tempo pra que ela se lembrasse e, mais do isso, para que se decidisse realmente a contar o que tinha vivido. Depois de tantas horas de conversas transcritas, incontáveis horas, veio a primeira fase de pesquisa, que foi checar muitos dos acontecimentos e procedimentos que ela tinha revelado”, explica a jornalista Ilze Scamparini. 

Ela também conta como a busca de diversas fontes e conhecimento da cultura local ajudou na escrita do livro. “As fontes dentro das forças armadas italianas foram fundamentais. Em seguida, a segunda fase da pesquisa, foi estudar a história dos países envolvidos, os fatos, as armas, as opiniões divididas. Também a religião e até a comida. O meu relato da guerra vem da Yana, mas também de muitas informações que se somaram”, destaca. 

Para conseguir escrever finalmente toda a história, Ilze conta que foi necessário se passar alguns anos. “Nisso tudo, mais alguns anos se passaram, até que chegou um dia em que pensei: ‘Acho que já tenho uma história, agora é só começar a contá-la’. Então passei a escrever um pouco por dia. De madrugada, de noite, de manhã bem cedo, ao nascer do dia…sentada, deitada no sofá, a até em pé para aliviar a dor nas costas, colocando uma mesa pequena sobre outra grande.”

Um dos desafios também foi a escolha do nome do livro. ”O título do livro surgiu no fim de tudo. Antes trabalhei com vários títulos provisórios, mas no fim “Atirem direto no meu coração” prevaleceu, porque representa muito bem a personagem”, expressa a autora. 

A jornalista também conta o que espera com a repercussão da obra. “Espero que o livro possa emocionar as pessoas, e que possa alertá-las para o perigo dos nacionalismos, de cada tipo, de qualquer tipo. Porque a minha protagonista foi uma grande vítima da vida, e do nacionalismo também”, expõe.

Continua após a publicidade

Relembre o conflito

 A guerra do Kosovo contra a Iugoslávia aconteceu em 1998. Na época, por conta de conflitos étnicos, o Kosovo tentava ser independente, mas o governo iugoslavo, chefiado por Slobodan Milošević, não estava de acordo, o que gerou o conflito. Os kosovares são albaneses e muçulmanos, enquanto os sérvios são cristãos ortodoxos

Querendo mais autonomia, os albaneses sendo 90% da população kosovar decidiram lutar em guerra pela independência do Kosovo. O que resultou numa batalha violenta com 10 mil mortos. Cerca de 740 mil pessoas albaneses-kosovares ficaram sem moradia. Milosevic só deixou o poder em outubro de 2000, sem reconhecer a vitória do Kosovo, assim como vários países em todo mundo. 

Onde adquirir o livro

O livro “Atirem direto no meu coração”, foi publicado pela editora HarperCollins, tem 304 páginas e está sendo vendido nos principais sites de e-commerce inclusive na Amazon em capa dura por R$41.20 e na versão kindle por R$34.90. Compre aqui.

 

Continua após a publicidade

Publicidade