Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Ana Claudia Paixão

A jornalista Ana Claudia Paixão (@anaclaudia.paixao21) fala de filmes, séries e histórias de Hollywood
Continua após publicidade

Música de Natalie Holt em ‘Loki’ é a inspiração para Tom Hiddleston

Compositora conversou exclusivamente com CLAUDIA sobre como foi estar com Hiddleston nos sets da série da Marvel e muito mais

Por Ana Claudia Paixão
3 nov 2023, 13h11

A primeira trilha sonora que a compositora britânica Natalie Holt lembra ter causado um grande impacto foi a de E.T. O Extraterrestre, o filme de 1982 que tem um grande tema criado por John Williams. E não é como se ela tivesse tido essa experiência no cinema, pois ela mesma nasceu no mesmo ano e só a descobriu anos depois. Ainda assim, não deixa de ser uma anedota interessante, pois décadas depois ela foi escolhida para escrever a música da série Obi-Wan Kenobi, um conteúdo da franquia Star Wars, cuja música icônica é de ninguém menos que o próprio Williams. Isso mesmo, nessas ironias do destino, ela trabalhou com seu ídolo, que a recebeu com carinho e generosidade.

Uma das coisas que mais amo no meu trabalho, mais do que poder escrever e falar de cultura e de cinema, é poder conversar com as mentes criativas atrás das séries e filmes que vejo e, frequentemente, curto mais a conversa com figurinistas e compositores, porque são eles que constroem subliminarmente a história que vemos, nos induzindo a reagir e emocionar ao destacar detalhes da trama e dos personagens com suas roupas assim como as músicas que embalam as cenas.

E, da geração mais nova que vem criando as trilhas sonoras, fico ainda mais feliz que algumas mulheres venham se destacando, como Natalie Holt e sua amiga, Hildur Guðnadóttir, com quem conversei há algumas semanas. É ganhar na loteria!

Uma pena que nem sempre tenhamos muito tempo para papear, mas nessa semana Natalie sentou para conversar exclusivamente para CLAUDIA sobre seu trabalho em Loki, que está nada menos do que espetacular.

Continua após a publicidade

O tema do anti-herói que é protagonista em um dos melhores e mais consistentes trabalhos da Marvel dão à Natalie a oportunidade de brincar com instrumentos e tempo. Antes de passar para o papo, deixe-me fazer uma apresentação.

Natalie Holt estudou composição clássica (ela toca violino) e se formou na Royal Academy of Music e depois na National Film and Television School. Fã de cinema, deu os primeiros passos como orquestradora em filmes como Stardust, enquanto seguia a carreira como música (tocou na turnê de George Michael com a Sinfonica)

Em 2012, foi indicada ao BAFTA (o Oscar britânico) por seu trabalho em Great Expectations e dali foram várias indicações para prêmios e sucessos. Séries como Wallander e KnightFall são dela, mas foram seus trabalhos em Obi-Wan Kenobi e, claro, Loki, os mais famosos. Falamos de tudo isso e o que vem por aí. Quer dizer… o que Natalie pode compartilhar!

Continua após a publicidade

CLAUDIA: Em primeiro lugar, Loki tem sido um trabalho incrível, e sem spoilers, nessa temporada deu espaço até para brincar com versões retrô que foram divertidas e inteligentes, além de ter aparecido no episódio. Como você define a personalidade de cada um na música e no tempo?

Natalie: Eu criei o tema para Loki quando estava ainda sendo entrevistada para o trabalho, na verdade. Entreguei a demo para Kate [Herron, diretora da série] e ela amou. O tema dele foi crescendo ao longo da primeira temporada, e na segundame perguntaram se eu gostaria de fazer uma ponta e foi super divertida.

Então com isso estive no set e conheci Tom [Hiddleston, em outras palavras, Loki] e ele me disse o quanto ama a música e me deu um livro de poesia, que foi tão bacana. Ele me disse que escuta o tema da série para entrar no clima para interpretar o papel – o que é muito legal, saber que escreveu uma trilha que conecta com os atores que interpretam as personagens.

Continua após a publicidade

CLAUDIA: E como começou a sua carreira como compositora de trilhas sonoras, é algo que sempre quis fazer? Quais suas inspirações?

Natalie: Eu descobri que queria ser compositora quando ouvi a trilha sonora de E.T.. Foi a primeira vez que reparei na música em um filme e eu tinha apenas 5 anos. É uma música de John Williams, a quem sempre admirei, e no ano passado eu trabalhei em uma trilha sonora.

CLAUDIA: E eu ia te perguntar sobre como foi esse trabalho, porque ele parece ser tão doce, todos o elogiam tanto como pessoa…

Continua após a publicidade

Natalie: Generoso. Sim, foi incrível de estar perto dele e saber toda a história de Star Wars . Ele é o compositor que me inspirou a ser compositora. Contei isso para ele quando fui apresentada e ele brincou, “puxa, me desculpe por isso!”. Ele é muito humilde e me deu conselhos, comentou como é um trabalho tão difícil. Foi muito doce e apoiador.

CLAUDIA: E no que você está trabalhando agora, poderia compartilhar com a gente?

Natalie: Estou trabalhando na trilha sonora de um videogame e numa outra série de TV que deve ser lançada em breve, além de algumas peças para um álbum solo.  Coisas para mim mesma [risos].

Continua após a publicidade

CLAUDIA: Deve ser super diferente!

Natalie: Sim para os videogames é muito diferente, porque eu não tenho imagens e tenho um prazo de dois anos, mas como não posso comentar qual é o jogo infelizmente não posso entrar em detalhes. Mas é um processo bem diferente e que achei até libertador, porque justamente não estou “presa” às imagens.

Quer ouvir a trilha sonora de Loki? Aperte o play abaixo!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.