Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês
Publicidade
Diário De Uma Quarentener Juliana Borges é escritora, pisciana, antipunitivista, fã de Beyoncé, Miles Davis, Nina Simone e Rolling Stones. Quer ser antropóloga um dia. É autora do livro “Encarceramento em massa”, da Coleção Feminismos Plurais.
Uma saída de casa por necessidade na pandemia não é mais acompanhada da antiga normalidade. A escritora relata sua última experiência no mundo lá fora
"Ao negar-se cidadão, aquelas pessoas estavam negando e anulando a si mesmas enquanto sujeitas de direitos", reflete a colunista
"Senti saudades de me despedir do domingo para iniciar uma semana caótica", confessa a escritora em seu "Diário De Uma Quarentener"
Estamos em um cenário de possibilidades importantes para que as empresas percebam que a luta antidiscriminatória é uma urgência e uma pauta inegociável
A escritora Juliana Borges promove reflexões sobre ações que podem, de fato, desmantelar o sistema
O crescente desrespeito das pessoas à quarentena tem feito a colunista se sentir como uma palhaça. Mas uma palhaça consciente.
Juliana Borges traz uma reflexão sobre ciência, racismo e política a partir da repercussão do caso de Carlos Alberto Decotelli
O encontro dos sonhos da nossa colunista Juliana Borges com Beyoncé
Nossa colunista Juliana Borges conta a sua história de vida com o aniversariante desta sexta-feira, o grande Gilberto Gil
Para a escritora Juliana Borges, a preservação da memória contextualizada é uma ferramenta didática para mostra a periculosidade do racismo
Sabe aqueles planos que foram por água abaixo com a pandemia? A escritora Juliana Borges fala sobre a frustração pelo motivo e cenário atual
O que fazer diante do caos? Para Juliana Borges, a saída é insistir na busca por alternativas, que será discutida em sua série no Instagram
Juliana lembra que o movimento funk se inicia como crítica social e depois tem uma série de ramificações, assim como acontece no rap, no samba, no rock
No dia de ontem, foi inevitável para a colunista Juliana Borges lembrar de um clássico de Bezerra da Silva
Diante da morte do jovem negro Guilherme da Silva Guedes, de 15 anos, com nome e sobrenome, vi um retumbante silêncio
Se estamos todas passando por dificuldades neste processo, por que achar que as pessoas têm que te responder na hora?
A colunista Juliana Borges homenageia Sueli Carneiro, filósofa, escritora e feminista negra brasileira
"Contra dados e registros históricos, não há opinião que prevaleça", a colunista Juliana Borges fala sobre aqueles que negam fatos reais
No Dia dos Namorados, a colunista Juliana Borges só tem um desejo: que você viva o seu amor hoje, seja ele como for
A escritora Juliana Borges relembra os encontros que teve com o jovem militante, Gabriel Rodrigues, que morreu hoje (10)
Publicidade