5 marcas de lingerie que valorizam as formas das mulheres reais

Não são apenas as mulheres que se encaixam no padrão de beleza que ficam bonitas de lingerie!

As campanhas de lingerie costumam ser todas iguais e passam a sutil mensagem de que apenas mulheres magras – e brancas, na sua maioria, – ficam bonitas em calcinhas e sutiãs sensuais. Algumas marcas, felizmente, parecem estar quebrando esse padrão e colocando mulheres diferentes para estampar suas campanhas. Selecionamos algumas:

Lonely
O mantra da Lonely, da Nova Zelândia, é “body positive” (positividade corporal, em tradução livre), com o objetivo de incentivar as mulheres a aceitar os próprios corpos com a intenção de promover saúde e bem-estar. Desde 2014 eles fazem campanhas com peças da coleção para vários corpos femininos.


Leia também: Diagnosticada com câncer de mama, ela criou uma linha de lingerie para ajudar outras mulheres

Aerie, da American Eagle
A linha Aerie de lingeries da American Eagle dispensou o Photoshop nas fotos de sua campanha em 2014. A marca optou por não usar top models na campanha e sim garotas reais. Além disso, dobrinhas, estrias e celulites das garotas não foram retocadas.

E para quem fala que “mulheres reais não vem”, eis os frutos dessa atitude positiva: começo de 2015 foi registrado aumento de 13% nas vendas. Não se sabe ao certo se o crescimento tem a ver com as imagens, mas a empresa decidiu continuar com esse posicionamento.


Leia também: 23 tons de nude: marca lança lingerie para diversos tons de pele

Marisa
As grandes redes de fast fashion também estão saindo da zona de conforto. A Marisa tem uma linha de moda plus size que abrange também lingerie.


Curvy Kate
A marca de lingerie inglesa é focada em desenvolver lingeries sensuais em modelos grandes. Das calcinhas mais comportadas às menores, passando pelas cintas-liga, as mulheres podem vestir o que quiserem.


Naja
Nem toda “cor da pele” é bege, claro. A ideia, óbvia para qualquer observador, está chegando aos poucos ao mercado de lingerie. A marca americana Naja conta com 23 tons de nude e com a campanha “nude for all” (nudes para todas, em tradução livre), traz representadas mulheres de diversas etnias e estaturas, em vez de modelos.